Recursos humanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1817 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cinco décadas de RH

por Beatriz Maria Braga Lacombe FGV-EAESP e Pedro F. Bendassolli USP
Observadores da gestão de pessoas costumam ressaltar que um traço de identidade forte dessa função é a contradição. Uma das contradições mais importantes relaciona-se com o duplo compromisso com os indivíduos e com o negócio. Como um pêndulo, ora a ênfase das ações oscila para a ponta humanista (o cantodos indivíduos, da qualidade de vida no trabalho e da motivação), ora descola-se para a ponta instrumental (o canto do alinhamento estratégico e da busca de resultados). Ao longo do tempo, a gestão de pessoas e a área especí-

GV executivo • 65

fica de RH vêm buscando encontrar soluções para essa contradição. Pré-história. As primeiras notícias sobre gestão de pessoas no Brasil datam dofinal do século XIX e começo do século XX. No contexto internacional, ocorria um movimento de industrialização e mecanização. No Brasil, a economia era dominada pelas atividades agrícolas e o nível de industrialização era incipiente, mas o país se urbanizava e a migração interna crescia vigorosamente. O fim da escravidão gerava um enorme contingente de indivíduos sem trabalho, enquanto imigranteseuropeus completavam a força de trabalho disponível. De forma geral, o nível de qualificação era baixo e a atitude geral, dócil. A autoridade dos patrões era sagrada e a distância entre patrão e empregado, intransponível. Nesse contexto predominavam as empresas familiares, paternalistas e autocráticas, e a gestão de pessoas apresentava grandes variações caso a caso. O departamento de pessoal, ainda emestado embrionário de desenvolvimento, tinha como principal, senão única, atividade a manutenção de um livro de registros, no qual se anotavam os nomes, salários, contratações e demissões dos empregados.

tretanto, apesar de os sindicatos terem também aqui se fortalecido, viviam no Brasil uma situação diferente da existente em outros países, em função de sua relação de dependência do Estado. Aindustrialização avança e inicia-se a disseminação dos princípios de administração científica e dos manuais de tempos e movimentos. Nesse período, a gestão de pessoas ainda se caracteriza pelo perfil paternalista e autocrático do período anterior. As grandes empresas procuravam padronizar a produção e minimizar custos. É nesse momento que surgem no Brasil os departamentos de pessoal, chefiados poradvogados ou engenheiros, que passam a cuidar das rotinas trabalhistas, da seleção e demissão, e da folha de pagamento. De seu lado, as pequenas empresas são conduzidas de maneira informal, com pouca atenção às questões relacionadas à gestão de pessoas.

Pós-guerra. O período posterior ao término da Segunda Guerra Mundial é marcado pelo crescimento econômico na Europa e nos Estados Unidos. Omodelo de Estado de Bem-Estar Social se dissemina, tendo como base pactos firmados entre governo, empresários e sindicatos. Tal condição é favorável para as empresas, que vêem sua produção e vendas auA partir de um dado momento, o profissional mentarem, o que lhes permite pagar salários cada vez maiores. Para os empregados, a situação também do departamento de pessoal passou a ser é favorável,havendo poucas greves e conflitos. visto como excessivamente preso a questões Enquanto isso, no Brasil, investe-se pesadamente em obras cioperacionais e trabalhistas, sem preparo vis e de infra-estrutura. A indúspara assessorar a alta administração em tria cresce, e o país recebe filiais de diversas multinacionais. No enquestões estratégicas. tanto, o crescimento econômico não acontece de formacontínua. Problemas com a balança de pagamentos, aliados aos proEra Vargas. A alteração desse quadro só vai ocorrer blemas políticos do final da década de cinqüenta e início algumas décadas mais tarde, no período entre-guerras. No da década de sessenta, trazem instabilidade para o mermundo, os governos passam a intervir cada vez mais na cado de trabalho. O contexto mais complexo gera refleeconomia....
tracking img