Recursos expressivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3241 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – Alegoria:
Recurso expressivo a nível semântico
 
 
 
* É a apresentação de uma realidade para sugerir outra. Consiste muitas vezes, na personificação de abstracções (vícios e virtudes). Ex: o Anjo representa o Bem, em Gil Vicente.
* É uma metáfora que compara uma realidade sempre de carácter abstracto com um termo metafórico sempre concreto, visível, plástico, frequentemente umapersonificação. Ex: a Justiça, a Morte, o Amor, etc.
* Pode ser um processo mais vasto de construção (de infra-estrutura) enformando, por exemplo, todo um conto, toda uma peça de teatro, toda uma epopeia.

21- Epanadiplose 18/01/2007

Recurso expressivo a nível sintáctico
Repetição da mesma palavra no princípio e no fim de um verso, de uma frase ou de uma sentença.
Ex: «Apagaste acandeia? Apagaste?»
 

20- Enumeração 10/01/2007

Recurso expressivo a nível sintáctico
É a apresentação sucessiva de vários elementos.
Ex: «Madrid, Paris, Berlim, S.Petesburgo, o mundo!»
Cesário Verde

19-Elipse 09/01/2007

Recurso expressivo a nível sintáctico
* É a omissão de um termo que o contexto ou a situação permitem facilmente suprir.
Ex: «A lua, um pequeno disco brancosó, lá em cima.»
Luandino Vieira
* ou omissão de palavras que se subentendem facilmente:
«tu, por aqui?»
«Nas ruas, nem uma pessoa.» 

18-Disfemismo 08/01/2007

Recurso expressivo a nível semântico
Expressão que não atenua a realidade e que poderia dizer-se com uma só palavra:
Ex: em vez de morrer, bater a bota, esticar o pernil.
 É o recurso expressivo contrário ao Eufemismo. 17-Comparação 07/01/2007

Recursos expressivo a nível semântico
É uma aproximação entre dois termos ou expressões através de uma conjunção ou locução subordinativa comparativa (como, assim como, bem como, etc) ou de um verbo com função semelhante (parecer, lembrar, sugerir, assemelhar-se, etc). Leva à compreensão mais profunda de um termo.
Ex: «Uma cidade é como um animal»
John Steinbeck«Serrano era como um pai, por isso lhe queria tanto.»
José Rodrigues Migueis
«Aquela nuvem é veloz como um barco à vela.»
José Gomes Ferreira
Outros exemplos: Ele parece uma torre. Ela assemelha-se ao mel. Ele lembra o Hércules. 

16-Catacrese 06/01/2007

Recursos expressivo a nível semântico
Metáfora lexicalizada que resulta na falta, numa determinada língua, do chamado termo própriopara designar um determinado objecto.
Ex: pé da mesa; boca do poço.
 

15-Cacofonia 05/01/2007

Recursos expressivo a nível fónico
Repetição ou encontro de sons desagradáveis num segmento textual, tanto em verso como em prosa.
Ex: O Porto é melhor que a Gaia toda (ouve-se o Porto é melhor cagai-a a toda)
Quero um autógrafo desses (quero um autógra fodesses)
E aposto como deves saber maisuma série infinita de cacofonias destas
 
14-Assonância 04/01/2007

Recursos expressivo a nível fónico
Processo poético que consiste na repetição ordenada dos mesmos sons vocálicos.
Ex: «cavalgadas do mar longo»
Sophia de Mello Breyner

13-Assíndeto 15/12/2006

Recurso expressivo a nível da sintaxe
consiste na supressão das conjunções coordenativas
Ex:«Fulgem as velhas almasnamoradas…
-Almas tristes, severas, resignadas
de guerreiros, de santos, de poetas.»
Camilo Pessanha
 
12-Apóstrofe 14/12/2006

Recurso expressivo a nível semântico
* Consiste em interpelar alguém feito através do uso do vocativo e do estilo directo (raramente em frases do discurso indirecto)
* Invocação de alguém real ou imaginário por parte do emissor
Ex: «Oh retrato de morte, ohNoite amiga»
Bocage
«E vós Tágides minhas, pois criado
Tendes em mim um novo engenho ardente.»
Camões

11-Antonomásia 13/12/2006

Recurso expressivo próprio da retórica
Figura pela qual se substitui um nome próprio de um ser por um epíteto, ou por uma qualidade que define esse ser de um modo inconfundível;
Ex: o Poeta para designar Camões
ou o processo inverso: substituição do nome...
tracking img