Recursos audiovisuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3563 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UMA IMAGEM VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS: IMPACTOS DO USO DOS RECURSOS AUDIOVISUAIS NO EAD


André Luiz Andrade Silva[1]




RESUMO: Este artigo busca estabelecer um diálogo meramente demonstrativo com o intuito de fazer com que o leitor possa vir a refletir sobre os impactos que os recursos audiovisuais trouxeram para o ensino na modalidade a distância. O que mudou ou o quepermaneceu inato? O que melhorou ou não obteve tanto sucesso? Serão abordados pontos chaves, ao decorrer deste trabalho como, por exemplo, um breve repasso na história do EAD; o impacto de cada tecnologia audiovisual (rádio, TV, mídias audiovisuais e internet) na forma de se transmitir a educação e como cada meio audiovisual propicia, ao aluno de EAD, uma forma de aprender e, por fim, exemplos que usam omeio audiovisual como demonstrativo de sucesso.


PALAVRAS-CHAVE: EAD; Audiovisual; Rádio; TV; Mídias Audiovisuais; Educação.


1 Introdução.
Atualmente muito se ouve falar sobre educação à distância (EAD). A comunidade acadêmica, em si, é a que mais conhece sobre esta modalidade que está tornando-se tão presente no cotidiano de alunos e professores desde o ensino básico, passandopelo médio, técnico e superior, onde esta se encontra bastante difundida. Várias formas aplicação do EAD são observadas hoje, desde aquelas que levam a educação através da correspondência, até mesmo àquelas que usam das mais altas tecnologias para transmitir o conhecimento onde quer que haja civilização humana.
Contudo muitas pessoas vêm a EAD, ainda que com a grande difusão desta nasociedade, com um olhar um bastante preconceituoso mesmo esta sendo reconhecida aqui no Brasil, por exemplo, por leis que asseguram a sua existência de forma legal para o funcionamento desta metodologia de ensino. O Decreto 2.494 de 10 de fevereiro de 1998, no seu art. 1, regulamentando o art. 80 da Lei nº 9.394 (Lei de Diretrizes de Bases) já falava sobre a EAD.
 Art. 1ºEducação a distância é uma forma de ensino que possibilita a autoaprendizagem, com a mediação de recursos didáticos sistematicamente organizados, apresentados em diferentes suportes de informação, utilizados isoladamente ou combinados, e veiculados pelos diversos meios de comunicação.


Este decreto foi revogado, posteriormente Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005 que aprimorou oconceito de EAD no Brasil e garantindo maior amplitude de sua atuação bem como garantindo a credibilidade de sua existência. Em seu art. 1 observa-se uma definição mais atual da atuação do EAD.


Para os fins deste Decreto, caracteriza-se a educação à distância como modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagemocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.


Pode-se observar nesta nova definição que a preocupação com a comunicação e a tecnologias da informação já é parte da existência da modalidade a distância bem como permeia o resto do decreto que, por sua vez, irá traçaralgumas formas de como o EAD deve ocorrer. Outras leis e decretos também foram promulgados após estes supracitados, contudo, em sua grande maioria, a preocupação principal dá-se no tocante da qualidade e autencidade do ensino garantindo a segurança do discente ao escolher esta modalidade.
Porém a metodologia de transmissão deste conhecimento ainda é livre. Não existe nenhum padrão queesteja estabelecido para a forma de atuação do EAD. Existem cursos que atuam ainda na forma de correspondência. Outros usando os telecursos. A sua grande maioria usando os sistemas de ambiente virtuais de aprendizagem que é a mais nova forma de transmissão de conhecimento à distância. Porém permeiam-se dúvidas de qual destes meios é o mais adequado para o uso no EAD. Há estudiosos que defendem que a...
tracking img