Recondicionamento de viaturas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2793 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fe e
ar a
iar
r&
W
T
Normas para Veículos de Comerciais

R cp plr
e issr í e
c da e e
o a ea s
ne
h lm
e
s
s
d
du rnE
e e a np
ar c a a
l oo u
up a r
ge l
i
o

inspecciona e faz o levantamento dos danos do
veículo. De forma a assegurar que o processo é tratado
de uma forma justa, e que os danos lhe são
refacturados de uma forma equilibrada, seguimos as
regrasestabelecidas pelas empresas líderes neste
sector de actividade.
O que é considerado desgaste e a utilização normal?
Existem danos aceitáveis inerentes à utilização normal
do veículo, pelo que não existirão custos adicionais
por danos que se incluam na “zona verde” deste guia.

No final do prazo contratado, o veículo alugado, caso
não seja adquirido pelo cliente ou condutor entrano
circuitode revenda – área de negócio em que a
CarNext, empresa da LeasePlan Corporation N.V. se
especializou. Logo após o terminus do contrato, o
Grupo SGS, uma organização independente,

A SGS é líder mundial na inspecção,
verificação, avaliação e certificação. Os
serviços da SGS, na aréa automóvel, são
prestados a entidades governamentais,
fabricantes, comerciantes, instituições
financeiras, ecompanhias de seguros em
quatro continentes. www.sgs.com

A Eurotax GLASS’S é líder no
fornecimento de dados, soluções e
prestação de serviços para o sector
a u t o m ó ve l e u r o p e u . A t r av é s d a
combinação de recolha de dados, análise
de mercado e da utilização de modelos
matemáticos, permite-lhe disponibilizar
informações para a tomada de decisões.
www.eurotax.com

TÜVNORD surgiu na Alemanha do Technischer Überwachungsverein (vigilância
técnica). Ao cruzar o conhecimento
acumulado em verificação, certificação e
consultadoria, a empresa tornou-se numa
organização internacional de referência na
prestação de serviços. www.tuev-nord.de

1

N
o
r
m
a
s
iupo
n c rd
e a ts
qs o
í
va
oa

Mas existem danos que caem na “zona vermelha”, e que
nãopodendo ser considerados resultantes da utilização
normal, não podem por isso ser aceites. Neste guia,
diferenciamos as reparações que influenciarão a
desvalorização do veículo em 100 por cento e os danos
que serão calculados de acordo com a idade e
quilometragem do veículo. Os primeiros são danos
resultantes de acidentes e danos que afectam a circulação
do veículo em segurança, por exemplo:problemas com
travões ou com a direcção. Os últimos são os danos
visíveis no veículo e/ou que afectam o seu
funcionamento e assim influenciam o preço que o
potencial comprador está disposto a pagar.
LeasePlan Portugal
Lagoas Park, Edificio 6
2740 - 244 Porto Salvo
Tel.: +351 707 20 20 20
Fax: +351 21 446 09 06
www.leaseplan.pt

Como uma das maiores empresas de gestão
de frotas aonível mundial a LeasePlan
gere actualmente 1.2 milhões de veículos.
O volume anual de revenda ascende aos
330.000 veículos. A área de negócio da
CarNext é a comercialização dos veículos
devolvidos a um nível internacional.

2

Dce
ae
ni i
ot s

a
v
e ce
ni i
ãt s
ov
a
e
á

Nas páginas seguintes, encontrará exemplos de danos
aceitáveis e não aceitáveis. Desta forma, poderáevitar
custos não enquadrados no uso normal do veículo,
sabendo, com a devida antecedência, qual o resultadoda
inspecção. Consequentemente, os condutores deverão
estimar o veículo como se do seu se tratasse.

CRTC
OM A
M OG
PE E A
AN R
TD
I

Para facilitar o processo de distinção, atríbuimos um
código de cores para a parte interior e exterior do
veículo: cinzento escuro para ocompartimento de
carga, laranja para o exterior e cinzento para o interior.
No caso de encontrarmos danos não aceitáveis na
inspecção, informá-lo-emos, por escrito, acerca dos
mesmos e respectivo custo. Caso o resultado da
inspecção levante algumas questões, procuraremos
soluções, em conjunto, que seguramente satisfarão
ambas as partes. Uma coisa é certa: faremos tudo para
que a condução seja...
tracking img