Reciclagem de oleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1939 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]







MIRANDA, Larissa de Souza.

NOVAIS, Fabiana Maria.

SILVA, Greice Karen da.

SILVA, Felipe Rodrigues da.





ECOLOGIA GERAL

FERNANDA MARIA FERREIRA CARVALHO





RECICLAGEM DE ÓLEO DE COZINHA













SÃO PAULO

2011





Conteúdo
Introdução 2
Óleos vegetais e gorduras 3
Impacto causado pelo óleo quando descartado de formaincorreta................................................. 3
Reciclagem de óleo de cozinha nas redes de fast food 4
Reciclagem de óleo em Biodisiel 4
Conscientização da população e reciclagem de óleo caseira 5
Fontes de Pesquisa 6
Contatos 6








Introdução



O óleo vegetal quando descartado de forma incorreta pode causar um grande impacto ambiental, se não houver outra formade descarte do mesmo, isso pode resultar em graves problemas para sociedade como poluição de rios entupimentos de esgotos entre outros. Nosso objetivo nessa pesquisa é falar sobre o óleo vegetal utilizados nas redes de fast food e o Biodiesel mostrando o impacto que causa na natureza, seus benefícios e como ajudar a solucionar esse problema que atinge nossa sociedade, e mostrar se a população temuma posição correta ao descartar óleo de cozinha usado.
















Óleos vegetais e gorduras

Os óleos e gorduras são, por definição, substâncias que não se misturam com a água (insolúveis) e podem ser de origem animal ou vegetal. O óleo vegetal, que é o que dá origem aos óleos de cozinha, pode ser obtido de várias plantas, ou sementes, como o buriti, mamona, soja, canola,girassol, milho, etc.
Sua constituição química é composta por triglicerídeos, que são formados da condensação entre glicerol e ácidos graxos. A diferença entre gordura e óleo é tão somente seu estado físico, em que a gordura é sólida e o óleo é líquido, ambos a uma temperatura de até 20°C.
Ele está presente na grande maioria nos lares brasileiros, em alguns serve para temperar, em outros parafritar, mas seu final geralmente é o mesmo: o ralo da pia ou o cesto de lixo.

O impacto causado pelo óleo quando descartado de forma incorreta
Os óleos vegetais, embora muitos desconheçam, são outros grandes causadores de danos ao meio ambiente quando descartados de maneira incorreta.
O óleo de fritura caso atinja corpos d’água (rios, lagos e mares) é degradado pelos microorganismos presentes,em especial as bactérias, que neste processo consomem o oxigênio dissolvido presente. A escassez do oxigênio provoca a morte da fauna aquática como peixes, crustáceos e moluscos que precisam respirar. Há ainda outro impacto associado à viscosidade e tensão superficial do óleo que conduz a formação de filme flutuante na superfície, que atua como barreira, prejudicando a aeração pelo vento. No solo,o óleo também é prejudicial, causando proliferação indesejável de microorganismos e fermentação e até danos ao sistema radicular de plantas, em caso de grandes volumes.
O tempo para sua biodegradação depende das condições do ambiente, envolvendo a concentração de bactérias e outros microorganismos, temperatura, oxigênio dissolvido etc.
Em meio aquático e aerado, isto é em geral mais rápido queno solo. A composição do óleo, a base de ésteres de ácidos graxos não o torna particularmente difícil de ser degradado. Contudo, a sua insolubilidade em água reduz o contato do óleo com os microorganismos capazes de digerir e degradar as gotas de óleo em emulsão. Por isto o sabão fabricado a partir do óleo é mais prontamente degradado que o próprio óleo.
Quando lançado no solo, no caso do óleo quevai para os lixões ou aquele que vem junto com a água dos rios e se acumula em suas margens, este impermeabiliza o solo, impedindo que a água se infiltre, piorando o problema das enchentes.
Para óleos de graxas de origem vegetal e animal, a legislação federal (Res. CONAMA 357/05 - art. 34) estabelece o limite de 50 mg/l e a partir deste valor se obtém que o óleo de fritura polui mais de 25000...
tracking img