Reaproveitamento de residuo em energia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (766 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIDADE INDUSTRIAL DE AVES

Um longo caminho...
Até que o frango chegue à mesa do consumidor, várias etapas precisam ser completadas. A primeira delas está na Unidade Produtora de Pintainhos,localizada na Vila Celeste, à margem do Lago de Itaipu, em Santa Helena. No local foi construída uma estrutura formada por 12 núcleos, iniciando suas atividades em 2006, com um investimento de mais de70milhões , com capacidade para alojar 400 mil matrizes para produção de ovos. Os ovos, depois de classificados e selecionados, seguem para um incubatório, que tem capacidade para gerar cerca de 290 mil/pintainhos/dia. Os pintainhos são levados aos aviários dos terminadores no primeiro dia de vida. Essa unidade é responsável pela produção de 550 toneladas/dia de corte de frango in natura e pelaindustrialização de frangos processados num total de 34 toneladas/dia. Três fatores são essenciais na avicultura de corte: temperatura, água de boa qualidade e ração. Também são importantes os cuidadossanitários entre eles a retirada de aves mortas, e a colocação das mesmas na fossa de compostagem ( casinha onde as aves ficam até sua total decomposição), para que outros animais não comam e setransmita doenças), essa fossa deve ser muito bem lacrada.

ITAIPU BINACIONAL e COOPERATIVA LAR
Implantação de geração de energia elétrica a partir de biogás (dejetos) especialmente a biomassa residualtransformando em fontes renováveis.

 Além de pensar no faturamento, na geração de empregos essa indústria visa melhora do meio ambiente gerando energia com os resíduos das aves e, aindaeconomiza energia elétrica.
A Cooperativa Lar implantou em 2008 em sua unidade de produção de aves, na Bacia do Paraná 3, um projeto pioneiro que une a produção de energia a partir de resíduos da atividadeindustrial ao Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), previsto no Protocolo de Kioto. A Lar investiu R$ 400 mil e recebeu outros R$ 600 mil da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), órgão de...
tracking img