Reanimação neonatal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2952 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – INTRODUÇÃO
Em 90% dos casos os Rns nascem bem e exigem apenas intervenção mínima (aquecer, posicionar, aspirar, secar e estimular). Para assumir o controle da respiração e fazer a transição entre a circulação fetal e neonatal, após a clampagem do cordão.
Em menos da metade dos casos os recém nascidos precisam receber oxigênio sem pressão positiva, e geralmente por poucos minutos.
Não épossível prever quais os recém nascidos nascerão deprimidos. Em 10% dos casos existe alguma dificuldade na transição da circulação placentária ou asfixia que exigem a intervenção de um médico pediatra com conhecimento em reanimação neonatal que deve estar presente na sala de parto no momento do nascimento de toda criança em situações de risco de asfixia Peri natal, a equipe deverá dispor de doisprofissionais capacitados para auxiliar na reanimação.
A asfixia Peri natal é um evento relativamente freqüente e pode decorrer de compressão ou torções de cordão difuso placentário agudo como deslocamento prematuro, perfusão placentária insuficiente como choque materno, feto doente e que não tolera períodos curtos de hipoxia, como gestações que deixam fetos anêmicos e mal nutridos intra-uterino,disfunção pulmonar fetal pulmonar após o nascimento como ocorre em alguns casos de aspiração de mecônio, hérnia de diafragma, hiperplasia pulmonar, excesso de liquido nos pulmões, esforço respiratório muito fraco, síndrome da membrana hialina etc.
Muitos problemas pulmonares às vezes pode ser decorrência da sedação utilizada na mãe, pode ocorrer ainda depressão por imaturidade grave do RN.
FATORESDE RISCO
Prematuridade (< 37 semanas), parto cesárea não eletivo, pré eclampsia, parto gemelar ou múltiplos, aspiração de líquidos de aspecto meconial, placenta prévia, pro lapso de cordão umbilical, deslocamento de placenta, hemorragias ante parto, doenças maternas, crescimento intra uterino retardado etc.

2 - OBJETIVO
Diminuir a mortalidade na sala de parto e prevenir o comprometimento dasaúde e da performance futura do RN, considerando que a mortalidade neonatal representa o maior parcela de mortalidade infantil, a asfixia perinatal está associada à maioria dos óbitos neonatais.

3 – JUSTIFICATIVA
A predominância da mortalidade neonatal, na determinação da mortalidade infantil e a importância da asfixia como fator de morbidade nessa faixa etária, o que requer profissionaiscapacitados tecnicamente para a decisão e execução das ações de reanimação e sustentação imediata de vida.


4 - MÉTODOLOGIA
Foi utilizado método de revisão bibliográfica para estudo de medicações utilizadas em reanimação neonatal em sala de parto.
Bem como as vias de administração e os efeitos esperados após utilização das drogas juntamente com ventilação e massagemcardíaca.

5 – DESENVOLVIMENTO

Todo procedimento que necessite de intervenção de um pediatra e uma equipe treinada para realizar todas as etapas de reanimação neonatal deverá seguir alguns passos para que esta seja realmente efetiva.

5.1 – MATERIAL

O material necessário para assistência ao recém nascido em sala de parto deverá estar preparado, testado e disponível, em local de fácilacesso, antes do nascimento.
O material consiste em mesa de reanimação com fonte de calor radiante, fonte de oxigênio com fluxômetro e umidificador, aspirador à vácuo com manômetro, sonda de aspiração traqueal nº 08 e 10, adaptador para aspiração de mecônio, balão de reanimação auto inflável com válvula de segurança e reservatório de oxigênio, máscara para recém nascidos a termo e pré-termo,laringoscópio com lâmina reta nº 0 e 1, cânulas endotraqueais com diâmetro uniforme e balão nº 2,5- 3,0 e 4,0, fio guia esterilizado, pilhas e lâmpadas sobressalente, seringas de 20, 10 e 1cc, agulhas, estetoscópio neonatal, compressas e gazes, clampeador do cordão umbilical, luvas estéreis descartáveis e óculos de proteção.
Além do material para cateterismo umbilical que deverá conter:
Pinça tipo...
tracking img