Realismo/naturalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REALISMO / NATURALISMO


I – Causas do aparecimento:
O esgotamento do estilo romântico e o progresso da ciência.
• O realismo reflete as profundas transformações econômicas, políticas, sociais e culturais, na segunda metade do século XIX.
• É um estilo literário que procura adaptar os métodos de trabalho da ciência à criação artística.


II– Momento Histórico:
• A Revolução Industrial: utilização do aço, petróleo, da eletricidade. Surge o telégrafo, telefone, locomotiva a vapor.
• Avanço Científico: novas descobertas nos campos da física e da química.
• O Capitalismo: estrutura-se em moldes modernos, com o surgimento de grandes complexos industriais.


III – Correntes de pensamento queantecederam o Realismo:
• Racionalismo Positivista de Conte:
Augusto Conte (1798 – 1857) só admite as verdades positivas, ou seja, científicas, aquelas que emanam do experimentalismo, da observação e da organização eminentemente racional, que se direcione para os interesses coletivos, neutralizando os motivos de guerra e discórdia entre as nações.
• O Socialismode Marx:
O Socialismo Científico de Karl Marx (1818 – 1883) e Friedrich Engels (1820 – 1895), a partir da publicação do Manifesto do Partido Comunista, em 1848, definindo o materialismo histórico e a luta de classes. A pedra fundamental do Marxismo está na idéia de socialização dos meios de produção.
• Evolucionismo de Charles Darwin:
A partir da publicação, em1858, de Origem das Espécies, Darwin (1809 – 1882) elaborou a teoria da seleção natural, defendendo que a concorrência entre as espécies eliminaria os organismos mais fracos, permitindo à espécie inteira evoluir, graças às heranças genéticas favoráveis dos indivíduos mais fortes e mais aptos.
• O Determinismo de Taine:
Essa corrente foi desenvolvia por Hipólito Taine (1828– 1993). Baseado no Positivismo, caracteriza o homem como um ser mecânico, produto de um determinismo: o meio (ambiente), o momento (contexto histórico) e a raça (a hereditariedade).
• A Psicanálise de Freud:
Sigmund Freud (1856 – 1939) médico neurologista, lançou-se no caminho para a fundação da Psicanálise. Elaborou sua teoria do inconsciente, que tem como principaisnoções:
a) Inconsciente ( parte do psiquismo humano constituído daquilo que não se pode chegar à consciência.
b) Censura ( aquilo que impede o acesso à consciência dos desejos recalcados.
c) Recalcamento ( mecanismo que rejeita e mantém fora da consciência o que é inconciliável com as exigências sociais ou morais.
d) Libido ( energia que move osinstintos de vida, determinando as funções criadoras e ativas do indivíduo, particularmente do impulso sexual. Para ele, o impulso sexual é o centro das tendências afetivas.
e) Sonho ( ocupa 20 a 30% do tempo de sono do indivíduo. O sono, segundo a Psicanálise, teria a função de burlar a censura, de modo que os desejos prisioneiros do recalcamento na vida diurna pudessem se manifestar.Em sua segunda teoria do aparelho psíquico, Freud dividiu o psiquismo humano em três partes:
a) Id ( é a parte mais profunda da psique, receptáculo dos impulsos instintivos.
b) Ego ( é a parte mais superficial do id, que é modificada, através dos sentidos, pela influência do mundo exterior.
c) Superego ( é o “eu ideal”. Desempenha a função de juiz,trabalha para a formação da consciência moral provocando recalcamento exercido pela censura.


• Luis Pasteur (1822 - 1895) descobre as bactérias e acaba com a idéia de que as doenças eram uma espécie de castigo divino.
• O religioso Gregório Mundel cria uma nova ciência: a nenética.


A burguesia consolida seu poder político e econômico.
Cria-se um quadro...
tracking img