Reações quimicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5352 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
REAÇÕES QUÍMICAS
 A queima de uma vela, a obtenção de álcool etílico a partir de açúcar e o enferrujamento de um pedaço de ferro são exemplos de transformações onde são formadas substâncias com propriedades diferentes das substâncias que interagem. Tais transformações são chamadas reações químicas. As substâncias que interagem são chamadas reagentes e as formadas, produtos.
No final do séculoXVIII, estudos experimentais levaram os cientistas da época a concluir que as reações químicas obedecem a certas leis. Estas leis são de dois tipos:
• leis ponderais: tratam das relações entre as massas de reagentes e produtos que participam de uma reação;
• leis volumétricas: tratam das relações entre volumes de gases que reagem e são formados numa reação.
 
1) LEIS PONDERAIS DASREAÇÕES QUÍMICAS

Lei da conservação das massas (lei de Lavoisier)

Esta lei foi elaborada, em 1774, pelo químico francês Antome Laurent Lavoisier. Os estudos experimentais realizados por Lavoisier levaram-no a concluir que numa reação química, que se processa num sistema fechado, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos:
m (reagentes) = m (produtos)
Assim, porexemplo, quando 2 gramas de hidrogênio reagem com 16 gramas de oxigênio verifica-se a formação de 18 gramas de água; quando 12 gramas de carbono reagem com 32 gramas de oxigênio ocorre a formação de 44 gramas de gás carbônico.

Lei das proporções constantes (lei de Proust)

Esta lei foi elaborada, em 1797, pelo químico Joseph Louis Proust. Ele verificou que as massas dos reagentes e as massasdos produtos que participam de uma reação química obedecem sempre a uma proporção constante. Esta proporção é característica de cada reação e independente da quantidade das substâncias que são colocadas para reagir. Assim, para a reação entre hidrogênio e oxigênio formando água, os seguintes valores experimentais podem ser obtidos:

|Experimento |Hidrogênio (g) |Oxigênio (g)|Água (g) |
|I |10 |80 |90 |
|II |2 |16 |18 |
|III |1 |8 |9 |
|IV |0,4 |3,2 |3,6 |

Observe que:
• para cadareação, a massa do produto é igual à massa dos reagentes, o que concorda com a lei de Lavoisier;
• as massas dos reagentes e do produto que participam das reações são diferentes, mas as relações massa de oxigênio/massa de hidrogênio, massa de água/massa de hidrogênio e massa de água/massa de oxigênio são sempre constantes.
|Experimento |m oxigênio/ |m água/ |mágua/ |
| |m hidrogênio |m hidrogênio |m oxigênio |
|I |8/10 = 8 |90/10 = 9 |90/80 = 1,125 |
|II |16/2 = 8 |18/2 = 8 |18/16 = 1,125 |
|III |8/1 = 8 |9/1 = 9 |9/8 = 1,125|
|IV |3,2/0,4 = 8 |3,6/0,4 = 9 |3,6/3,2 = 1,125 |

No caso das reações de síntese, isto é, aquelas que originam uma substância, a partir de seus elementos constituintes, o enunciado da lei de Proust pode ser o seguinte:

Lei de Proust: A proporção, em massa, dos elementos que participam da composição de uma substância é sempreconstante e independe do processo químico pelo qual a substância é obtida.

As leis ponderais e a teoria atômica de Dalton

Na tentativa de explicar as leis de Lavoisier e Proust, em 1803, Dalton elaborou uma teoria atômica, cujo postulado fundamental era que a matéria deveria ser formada por entidades extremamente pequenas, chamadas átomos. Estes seriam indestrutíveis e intransformáveis. A...
tracking img