Raquel de queiroz

Variações linguísticas

O modo de falar do brasileiro

Toda língua possui variações linguísticas. Elas podem ser entendidas por meio de sua história no tempo (variação histórica) e no espaço (variação regional). As variações linguísticas podem ser compreendidas a partir de três diferentes fenômenos.

1) Em sociedades complexas convivem variedades linguísticas diferentes, usadas pordiferentes grupos sociais, com diferentes acessos à educação formal; note que as diferenças tendem a ser maiores na língua falada que na língua escrita;

2) Pessoas de mesmo grupo social expressam-se com falas diferentes de acordo com as diferentes situações de uso, sejam situações formais, informais ou de outro tipo;

3) Há falares específicos para grupos específicos, como profissionais de uma mesmaárea (médicos, policiais, profissionais de informática, metalúrgicos, alfaiates, por exemplo), jovens, grupos marginalizados e outros. São as gírias e jargões.

O que significa variaçao linguistica?

Entende-se por variação linguística os vários falares entre falantes de uma língua. Toda língua natural tem suas variações. Em se tratando da língua portuguesa, pode-se citar como uma dasprincipais variações a diferença entre os falares do Brasil e de Portugal.
No Brasil temos muitos falares. Essa variação é justificada não apenas pelo fato histórico, que, necessariamente, leva a profundas transformações qualquer língua, como também pelas diferenças regionais, sociais, grau de escolaridade, sexo e principalmente pelas categorias profissionais.
Dentro de uma mesma região, as pessoasformam pequenas comunidades que acabam criando, por repetição de hábitos e tendências, suas características, até não entendível por outras comunidades: presidiários, internautas, trabalhadores rurais, os urbanos, os políticos, etc. O que é muito importante compreender é que essas variações não devem ser vistas como 'erro' e sim – variações.
Até mesmo a questão do uso da 'Norma-não-padrão' não pode serdiscriminada. Muitas vezes, ela prende-se a raízes perfeitamente históricas e a leis que a própria língua protege, tais como, economia, suficiência e necessidade.

VARIAÇAO LINGUISTICA

A língua não é usada de modo homogêneo por todos os seus falantes. O uso de uma língua varia de época para época, de região para região, de classe social para classesocial, e assim por diante. Nem individualmente podemos afirmar que o uso seja uniforme. Dependendo da situação, uma mesma pessoa pode usar diferentes variedades de uma só forma da língua.

Ao trabalhar com o conceito de variação lingüística, estamos pretendendo demonstrar:

• que a língua portuguesa, como todas as línguas do mundo, não se apresenta de maneira uniforme em todo o territóriobrasileiro;

|"Nenhuma língua permanece a mesma em todo o seu domínio e, ainda num só local, apresenta um sem-número de |
|diferenciações.(...) Mas essas variedades de ordem geográfica, de ordem social e até individual, pois cada um |
|procura utilizar o sistema idiomático da forma que melhor lhe exprime o gosto e o pensamento, não prejudicam a |
|unidade superior da língua, nem aconsciência que têm os que a falam diversamente de se servirem de um mesmo |
|instrumento de comunicação, de manifestação e de emoção." |
|(Celso Cunha, em Uma política do idioma) |

• que a variação lingüística manifesta-se em todos os níveis de funcionamento da linguagem ;• que a variação da língua se dá em função do emissor e em função do receptor ;
• que diversos fatores, como região, faixa etária, classe social e profissão, são responsáveis pela variação da língua;
• que não há hierarquia entre os usos variados da língua, assim como não há uso lingüisticamente melhor que outro. Em uma mesma comunidade lingüística, portanto, coexistem usos...
tracking img