Rapel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
| | |
| | | | |
| | | |
| | | |


DESCIDA VERTICAL - RAPPEL

1 - INTRODUÇÃO

     O rapel consiste em utilizar técnicas verticais para vencer obstáculos naturais como penhascos e paredões. É muito utilizado por diversas atividades como escaladas, estudos espeleológicos e em resgate em montanhas, entre outros (NAZARI, 2004). É bastante difundido em corridas de aventura, sendo uma dasmodalidades físicas praticadas nesse tipo de competição.
     O Rapel é um termo que vem do francês "rappel", que significa "chamar" ou "recuperar", para designar uma técnica do montanhismo, onde é realizado descidas de forma controlada através de cordas ou cabos, com o uso de uma cadeirinha especial (baudrier) e alguns acessórios como mosquetões, descensores (freio oito, ATC entre outros), vencendoobstáculos naturais e artificiais.
     Para praticar rapel é necessário ser conhecedor de técnicas de montanhismo além de ter muita experiência com o manuseio de equipamentos básicos de escalada como cadeirinha, mosquetões, freio oito, corda estática, etc. Há ainda os equipamentos de segurança, como luvas e capacete que também não são de menor importância.

1. - HISTÓRICO


     Têm-serelatos que as primeiras técnicas de rapel foram utilizadas por alpinistas no século XIX, mas o Rapel começou a ser difundido no início do século XX, pela necessidade de alguns espeleólogos (estudiosos de cavernas) que estavam a procura de cavernas nos canyons dos Pirineus (uma cadeia de montanhas que separa o norte da Espanha do sul da França), onde foi necessário desenvolver técnicas paraconseguirem alcançar alguns locais que até então, eram inacessíveis pelo homem, entre os rios e desfiladeiros, sem imaginar que estavam criando mais uma atividade de aventura.
     No Brasil o rapel como a prática conhecida atualmente começou com a conquista do Dedo de Deus, na região de Teresópolis (RJ), foi o marco da escalada e conseqüentemente do rapel. Hoje o esporte é muito difundido e já contacom inúmeros roteiros além de instrutores e empresas especializadas (NAZARI, 2004).

2- FUNDAMENTOS TÉCNICOS:

2.1 - Entidades que regram as normas para trabalho em ambiente vertical :
NFPA - National Fire Protection Association- Órgão americano que normatiza os equipamentos utilizados em ambiente vertical para salvamento.
UL - Underwrites Laboratories- Laboratório que certifica se o materialatende as especificações de salvamento ou esportivo.
SEI - Safety Equipament Institute- Laboratório que certifica os materiais utilizados em trabalho vertical de salvamento e esportivo.
UIAA – União Internacional das Associações Alpinistas
CE - Comunidade Européia- Órgão europeu que normatiza os equipamentos esportivos utilizados em ambiente vertical.

3 - ESTRUTURA DA MODALIDADE: RAPEL3.1 - Técnicas de descensões verticais mais empregadas
São várias as técnicas de transposições verticais e vários são os materiais empregados para esse tipo de atividade. Contudo, podemos dizer que as técnicas mais conhecidas, no meio profissional são: rapel sem uso de equipamentos, com o emprego de mosquetão e com o aparelho oito.
Vários outros materiais são utilizados durante essasatividades, sendo que cada um oferece uma determinada condição de conforto, segurança, agilidade e até mesmo comodismo, o que é essencial para os trabalhos profissionais em altura, tais como: cadeiras, peças oito diferenciadas, mosquetões simétricos e assimétricos, capacetes
(confortáveis), luvas de raspa de couro, luvas de couro (vários modelos e tamanhos), cordas para segurança (cabo da vida oucordelete com resistência ideal e comprovada pelo fabricante, sendo que este último é, normalmente, um cabo de bitola entre 6 e 8 mm). A evasão, no plano vertical, pode ser realizada por meio de várias técnicas de descida em diversos tipos de cordas, sendo comumente empregada para que os profissionais da área de salvamento possam alcançar um local abaixo do ponto onde se encontram, almejando chegar...
tracking img