Raffa leandro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1142 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA – FAVIP

CAMPUS CARUARU I

CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO











AFONSO LOPES DA GAMA JÚNIOR

LUMA LAGÊDO SANTOS

MYLENA MORAES ARAÚJO

RAPHAEL LEANDRO R. DOS SANTOS











CARACTERÍSTICAS DANOSAS DO TRABALHO PRECOCE













CARUARU

2013

CARACTERÍSTICAS DANOSAS DO TRABALHO PRECOCEAFONSO LOPES DA GAMA JÚNIOR

LUMA LAGÊDO SANTOS

MYLENA MORAES ARAÚJO

RAPHAEL LEANDRO R. DOS SANTOS













RESUMO

Há tempos imemoráveis o mundo convive com o trabalho infanto-juvenil, uma vez que traz dificuldades para o desenvolvimento saudável da criança. Porém dentro de uma situação familiar, em que participa e contribui nos afazeres domésticos, aviva aresponsabilidade e auxilia ao cooperativismo, podendo, assim, fortalecer vínculos e o consequente equilíbrio familiar. O trabalho infanto-juvenil em que inadmite a frequência escolar, que impede o lazer, o desenvolvimento social, cultural e profissional, que proíbe o estudo, o aprendizado e as boas horas de sono, nesse caso o trabalho deixa de ser uma forma de educação e passa a ser considerado emaspectos extremamente exploratórios, trazendo consequências na formação física, psíquica e emocional da criança e ainda é responsável por perpetuar o ciclo de miséria no Brasil. Não podendo reivindicar nenhum direito, caso ocorra algum acidente dentro do âmbito de trabalho, por ser totalmente contra as leis do trabalho adotado no nosso país. Uma vez que a criança assume o posto de trabalho dosadultos, passa a ser provedor dos pais, isto é, passam a sustenta-los, e nessa inversão de papéis, os filhos acabam sendo responsáveis por trazerem o “pão de cada dia” para suas casas, o que é de contra o principio da natureza dos animais, uma vez que é dever dos pais trazer o alimento para suas crianças até que haja total independência deles.



PALAVRAS-CHAVE

Trabalho. Infantil. Precoce.CARACTERÍSTICAS DANOSAS DO TRABALHO PRECOCE

Não é de hoje que o mundo convive com o trabalho infanto-juvenil. Desde tempos imemoráveis tem-se conhecimento que a criança e o adolescente exercem atividades laborativas. Elvira Cosendey diz que

Historicamente, crianças e adolescentes sempre trabalharam. Desde os tempos bíblicos, há relatos de Jesus ajudando o pai carpinteiro.Os índios mantêm em sua cultura a participação das crianças em atividades laborativas, como caça, pesca, afazeres domésticos e artesanato. Na nossa cultura, também as crianças e adolescentes sempre exerceram atividades laborativas para auxiliar a renda, desde a arrumação da casa até nas atividades produtivas que sustentam financeiramente a família. (2002, p. 47)

Há, evidentemente, extremaimportância para o desenvolvimento saudável da criança, dentro de uma situação familiar, na participação e contribuição para os afazeres domésticos, inclusive porque aviva a responsabilidade e auxilia ao cooperativismo, podendo, assim, fortalecer os vínculos e o consequente equilíbrio familiar, pois é a verdadeira “expressão de solidariedade entre os membros da família” (TAVARES, 2002, p. 25).Contudo, para a nossa abordagem interessa o trabalho infanto-juvenil explorado, aquele que inadmite a frequência escolar e a rica e maravilhosa hora da brincadeira. Aquele trabalho que impede o desenvolvimento social, cultural e profissional da criança, que proíbe o estudo, o aprendizado e as boas horas de sono.

O trabalho deixa de ser uma forma de educação, de iniciação ao mundo do trabalho com aorientação dos pais, para se transformar, a partir da Revolução Industrial, numa relação de mercado e o pior, com aspectos extremamente exploratórios.

Para Elvira Cosendey, “o trabalho infantil tira oportunidade dos jovens de se desenvolverem em sua plenitude, tornando-se adultos” (2002, p. 48) e mais ainda, os desprepara para um mundo do trabalho que, a cada dia, exige mais competitividade e...
tracking img