Rafael

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 65 (16039 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto de Interfaces de Usuário
Perspectivas Cognitivas e Semióticas
Clarisse Sieckenius de Souza*, Jair Cavalcanti Leite†, Raquel Oliveira Prates*, Simone D.J. Barbosa* clarisse@inf.puc-rio.br; jair@dimap.ufrn.br; raquel@les.inf.puc-rio.br; sim@les.inf.puc-rio.br

Resumo A área de Interação Humano–Computador (IHC) tem por objetivo principal fornecer aos pesquisadores e desenvolvedores desistemas explicações e previsões para fenômenos de interação usuário-sistema e resultados práticos para o design da interface de usuário [ACM SIGCHI, 1992]. Esta apostila apresenta duas bases teóricas que fundamentam os estudos de IHC, e descreve o processo de design de interfaces. Apresenta também os modelos e técnicas utilizados na análise e modelagem de usuários, tarefas e comunicação; e doismétodos para avaliação das interfaces resultantes. Abstract The main goal of the Human–Computer Interaction (HCI) area is to provide researchers and developers with explanations and predictions about user-system interaction phenomena, and practical results for user interface design [ACM SIGCHI, 1992]. This material presents two complementary theoretical bases for HCI research, and describes the userinterface development process. It presents models and techniques used in users, tasks, and communication analysis and modelling; and two methods for evaluating the resulting user interfaces.

1. INTRODUÇÃO
1.1 Visão Geral
Nas últimas décadas, tem sido dada cada vez maior importância à interface de aplicações computacionais. A interface de uma aplicação computacional envolve todos os aspectos deum sistema com o qual mantemos contato [Moran, 1981]. É através da interface que os usuários têm acesso às funções da aplicação. Fatores de satisfação subjetiva, de eficiência, de segurança, de custo de treinamento, de retorno de investimento, todos, dependem de um bom design de interface. Na indústria de software, o design de interface tem sido conduzido através de processos iterativos deconstrução e avaliação de protótipos baseados em princípios e diretrizes empíricas, tal como proposto em The Windows Interface:
* †

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro — PUC-Rio Universidade Federal do Rio Grande do Norte — UFRN

Guidelines for Software Design [Microsoft, 1995] e Macintosh Human Interface Guidelines [Apple, 1992]. Entretanto, estes princípios podem ser conflitantesem determinadas situações. Para resolvê-los, é necessário basear a prática de design de interfaces em uma fundamentação teórica [Hartson, 1998]. Esta fundamentação orientará o designer ao longo da elaboração da sua solução particular para o conjunto de problemas que a aplicação pretende resolver. A área de Interação Humano–Computador (IHC) tem por objetivo principal fornecer aos pesquisadores edesenvolvedores de sistemas explicações e previsões para fenômenos de interação usuário-sistema e resultados práticos para o design da interface de usuário [ACM SIGCHI, 1992]. Com teorias a respeito dos fenômenos envolvidos seria possível prever antecipadamente se o sistema a ser desenvolvido satisfaz as necessidades de usabilidade, aplicabilidade e comunicabilidade dos usuários. Para isto, estudosde IHC visam desenvolver modelos teóricos de desempenho e cognição humanos, bem como técnicas efetivas para avaliar a usabilidade [Lindgaard, 1994]. Mais recentemente algumas propostas têm enfatizado que além de usabilidade, as aplicações devem buscar atingir aplicabilidade [Fischer, 1998] e comunicabilidade [de Souza, 1999], oferecendo ao usuário artefatos fáceis de usar, aplicar e comunicar.IHC é uma área multidisciplinar, que envolve disciplinas como [Preece et al., 1994]: Ciência da Computação; Psicologia Cognitiva; Psicologia Social e Organizacional; Ergonomia ou Fatores Humanos; Lingüística; Inteligência Artificial; Filosofia, Sociologia e Antropologia; Engenharia e Design. No contexto de IHC devemos considerar quatro elementos básicos: o sistema, os usuários, os desenvolvedores...
tracking img