Radiotividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1504 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
.

Radioatividade

Introdução
Radioatividade é o fenômeno físico-químico, natural ou artificial, aonde um átomo emite partículas elementares com características energéticas capazes de interagir com outros elementos, como realizado na primeira experiência na qual partículas radioativas foram suadas para marcas uma lâmina fotográfica. Seu estudo tem sido importante para a comunidade humana,pois a manipulação benéfica da radioatividade é amplamente usada na medicina e na geração de energia, como é o caso da tecnologia da radiologia ou na geração de energia nuclear. Porém, seu uso também pode trazer malefícios ao ser humano. A exposição a certas emissões pode causar danos irreversíveis ao organismo, e a tecnologia nuclear já fora usada para fins bélicos, como o caso das bombas nuclearesda II guerra mundial.

No ano de 1896, o francês Henri Becquerel constatou que um composto de urânio — sulfato de potássio e uranilo, K2UO2(SO4)2 — apresentava a interessante característica de causar uma mancha numa chapa fotográfica mesmo no escuro e embrulhado em papel negro. A interpretação de Becquerel era de que o composto emitia algum tipo de raio capaz de atravessar o papel e atuar sobrea chapa. Essa propriedade era semelhante à dos raios X descobertos um ano antes por Wilhelm Conrad Röntgen. Ainda no mesmo ano, Becquerel percebeu que os raios do urânio ionizavam gases, isto é, provocavam neles o aparecimento de íons, tornando-os condutores de corrente elétrica. Anos mais tarde, o alemão Hans Geiger utilizaria essa propriedade para criar o famoso contador Geiger. No final de1897, a polonesa Marie Sklodowska Curie passou a se interessar pelo fenômeno descoberto por Becquerel. Em abril de 1898, ela já havia percebido que, além do urânio, outro elemento conhecido, o tório, também emitia os misteriosos raios. Começou, então, a suspeitar da existência de elementos radioativos desconhecidos. Em julho do mesmo ano, com a ajuda do marido, físico francês de renome chamado PierreCurie, descobriu um novo elemento que chamou de polônio. Alguns meses depois, ambos descobriram um elemento ainda mais radioativo ao qual deram o nome de rádio. Ainda no ano de 1898, Ernest Rutherford utilizou uma tela fluorescente para detectar as radiações provenientes de um material radioativo. Com auxílio de placas metálicas eletricamente carregadas descobriu que havia dois tipos de radiação,que chamou de alfa (α) e beta (β). A radiação α, segundo ele, deveria ser formada por partículas de carga positiva, uma vez que seu feixe é atraído pela placa negativa (veja o esquema ao lado). Já a radiação β deveria ser formada por partículas negativas, pois seu feixe é atraído pela placa positiva. Além disso, como as partículas α sofrem um desvio menor, isso significa que elas devem possuirmassa maior do que as partículas β, pois, quanto maior for a massa de uma partícula, maior será a sua inércia e, portanto, mais difícil será alterar sua trajetória. Em 1900, Paul Villard, na França, descobriu uma outra forma de radioatividade que não apresenta carga elétrica, chamada de radiação gama (γ). Nesse mesmo ano, Becquerel descobriu que as partículas β são, na verdade, elétrons com altavelocidade. Em 1909, Rutherford mostrou que as partículas α são íons de hélio bipositivos.
Meia-vida
Quando um radionuclídeo emite partículas alfa ou beta, ele se transforma como sabemos, em outro nuclídeo diferente. Assim, à medida que o tempo passa, a quantidade de radionuclídeo vai diminuindo. Tempo de meia-vida ou período de semidesintegração (representado por t1/2 ou P) é o tempo necessáriopara que metade da quantidade de um radionuclídeo presente em uma amostra sofra decaimento radioativo. Quando a massa de um radioisótopo se reduz à metade, também se reduzem à metade o número de átomos, a quantidade em mols e a atividade radioativa (desintegrações por segundo) desse radioisótopo. O tempo de meia-vida é uma característica de cada radionuclídeo e não depende da quantidade inicial do...
tracking img