Radicais e prefixos gregos e latinos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE JI-PARANÁ

REGÊNCIAS NOMINAL E VERBAL

JI-PARANÁ – OUTUBRO 2011

INTRODUÇÃO

O objetivo deste trabalho é aprender como usar a regência nominal e verbal, à medida que desenvolvemos o hábito da leitura, automaticamente aprimoramos essas competências, o conhecimento da sintaxe de regência é a parte da gramática que trata das relações entre os termos deuma oração, verificando se um termo pede ou não complemento.
Desse conceito extraímos: Termo Regente: ordena complemento com ou sem preposição e Termo Regido: completa o sentido de verbos e nomes por uma relação de subordinação, por isso, a regência pode ser verbal e nominal.
Estes são assuntos que serão vistos mais detalhadamente no decorrer do trabalho.

REGÊNCIA VERBAL ENOMINAL

1.0 - SINTAXE DE REGÊNCIA:
Ocupa-se das relações de dependência que as palavras mantêm na frase, ela pode ser verbal ou nominal, conforme trate do regime dos verbos ou nomes substantivos e adjetivos.
Regência é o modo pelo qual um termo rege outro que o complementa, pode ser verbal ou nominal.
Quando o termo regente é um nome, dizemos que se trata de regêncianominal:
EX.: Eles eram fiéis ao amigo.
OBS.: Fiéis é regente, amigo é regido, completa o sentido de um nome.
Quando o termo regente é um verbo, dizemos que se trata de regência verbal:
EX.: Os amigos necessitavam de apoio.
OBS.: Necessitavam é regente, apoio é regido, completa o sentido de um verbo.

1. - REGÊNCIA VERBAL:
É o que estuda a relação dedependência que se estabelece entre os verbos e seus  complementos. Na realidade o que estudamos na regência verbal é se o verbo é transitivo direto, transitivo indireto, transitivo direto e indireto ou intransitivo e qual a preposição relacionada com ele.
- Verbos Transitivos Diretos = TD
- Verbos Transitivos indiretos = TI
- Verbos Transitivos Diretos e Indiretos = TDI
- Verbos Intransitivos

2. -VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS:
São verbos que indicam que o sujeito pratica a ação, sofrida por outro elemento, denominado objeto direto.
Por essa razão, uma das maneiras mais fáceis de se analisar se um verbo é transitivo direto é  passar a oração para a voz passiva, pois somente verbo transitivo direto admite tal transformação, além de obedecer, pagar e perdoar, que, mesmo não sendoVTD, admitem a passiva.
O objeto direto pode ser representado por um substantivo ou palavra substantivada, uma  oração (oração subordinada substantiva objetiva direta) ou por um pronome oblíquo.
Os pronomes oblíquos átonos que funcionam como objeto direto são os seguintes: me, te, se,  o, a, nos, vos, os, as.
Os pronomes oblíquos tônicos que funcionam como objeto diretosão os seguintes: mim, ti, si, ele, ela, nós, vós, eles, elas. Como são pronomes oblíquos tônicos, só são usados com preposição, por isso se classificam como objeto direto preposicionado.
EX.: Eu procuro um grande amor.
VTD OD

3. - VERBOS TRANSITIVOS INDIRETOS:
São verbos que se ligam ao complemento por meio de uma preposição. O complemento é denominadoobjeto indireto, pode der representado por um substantivo, ou palavra substantivada, uma oração (oração subordinada substantiva objetiva indireta) ou por um pronome oblíquo.
Os pronomes oblíquos átonos que funcionam como objeto indireto são os seguintes: me, te, se, lhe, nos, vos, lhes.
Os pronomes oblíquos tônicos que funcionam como objeto indireto são os seguintes: mim, ti, si,ele, ela,nós, vós, eles, elas.
EX.: Eu gosto de beijar.
VTI OI

4. - VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS E INDIRETOS:
São os verbos que possuem os dois complementos – Objeto Direto e Objeto Indireto.
EX.: Chamei à atenção do menino, pois queria lhe falar.
VTDI = Chamei
Objeto Direto Objeto Indireto = À atenção do menino
Obs.: A expressão Chamar a atenção de alguém...
tracking img