Racismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2359 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O racismo
Texto de autoria de Dante Moreira Leite – do livro Formação do Cárater Nacional Brasileiro

Embora em certos momentos possam reunir-se, racismo e nacionalismo são conceitos independentes, pois o primeiro apresenta — mesmo quando deformado ideologicamente — um conteúdo biológico, enquanto o segundo tem conteúdo histórico, cultural e político. De um ponto de vista rigorosamentenacional, isto é, que procure englobar toda a população, o conceito de raça é destrutivo, dadas as evidentes diferenças raciais existentes em todos os países. De forma que o racismo, antes de ser uma ideologia para justificar a conquista de outros povos, foi muitas vezes uma forma de justificar diferenças entre classes e castas.
Segundo Hans Kohn14, é em Aristóteles que devemos ver a primeiraexpressão de racismo para justificar diferenças entre classes: para Aristóteles, algumas raças estavam destinadas à escravidão, outras ao governo. E, para Kohn, embora com justificativas teoricamente menos elegantes, a mesma doutrina pode ser encontrada sempre que um grupo racial domine outro — tal como ocorria no sistema de castas da índia.
Esse mesmo princípio pode ser observado na segundametade do século XIX e início do século XX — período que foi a época áurea do racismo. Otto Klineberg15 lembra que Lapouge julgava ter encontrado diferenças entre os crânios retirados de um cemitério de classes mais elevadas e os obtidos no cemitério de classes inferiores . A partir dessas diferenças entre medidas dos crânios Lapouge distinguiu o Homo europeu, e o Homo alpino: o primeiro seria onórdico, destinado a dominar; o segundo seria destinado a trabalhar e a obedecer.
Mas é na figura central do racismo do século XIX — o conde de Gobineau.6 — que se encontra mais nitidamente a identificação entre classe social e raça. Se acompanhamos E. Cassirer17, vemos que Gobineau pertencia à nobreza decadente da França e que seu livro era uma tentativa de demonstrar a superioridade de sualinhagem; mais ainda, seu último livro é a descrição de sua árvore genealógica, através da qual chega ao deus Odin. É fácil concluir com Cassirer que Gobineau revela traços de megalomania; mais difícil seria explicar o extraordinário êxito de sua obra principal. Gobineau pretende escrever uma filosofia da história a partir de características raciais: a raça superior é a ariana, da qual o ramo ilustreé o dos teutos — a que pertencia, naturalmente, a nobreza francesa —, enquanto os servos seriam da raça galo-romana. As suas verdades são facilmente provadas, pois quando não existem confirmações para suas hipóteses, Gobineau afirma que "não poderia ser de outra forma"; por isso, se a China teve um período de desenvolvimento da civilização, isso só pode ser explicado pela presença de um núcleo daraça branca, pois os amarelos são incapazes de criar civilização. Como suas outras demonstrações são do mesmo género, não podem explicar que Gobmeau fosse prestigiado. O seu êxito deve ser procurado em outro aspecto: sua teoria é não apenas uma justificativa para a supremacia da nobreza, mas para o domínio do europeu sobre os países menos desenvolvidos. Esse foi o aspecto divulgado e aceito dateoria de Gobineau.
Todavia, uma outra face de sua teoria deve ser recordada, ao menos como curiosidade. A rigor, Gobineau deseja explicar não tanto o desenvolvimento, mas a decadência da civilização. Para ele, essa decadência é um aspecto trágico, mas inevitável, da história, pois o aparecimento dos arianos, embora seja um acontecimento sem precedente na ordem cósmica, está marcado por umafatalidade: o seu domínio supõe as raças inferiores dominadas e. esse contato leva inevitavelmente à decadência da raça superior. Está claro que esse aspecto de Gobineau não foi o utilizado pêlos racistas posteriores: para eles — isto é, Chámberlam, Woitmann, Ammon — foi suficiente guardar a ideia de características permanentes das raças. E a doutrina racista passaria posteriormente, com os...
tracking img