Raciocinio lógico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 54 (13377 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
207 Questões de Raciocínio Lógico (As questões não estão resolvidas nem comentadas mas existe um gabarito no final)
Prof.: Joselias
1) (ESAF) – Das premissas:

A: “Nenhum herói é covarde”.
B: “Alguns soldados são covardes”.
Pode-se corretamente concluir que:
a. Alguns heróis são soldados
b. Alguns soldados não são heróis
c. Nenhum herói é soldado
d. Algunssoldados são heróis
e. Nenhum soldado é herói

2) (FGV) – Considere os dois seguintes argumentos:
ARGUMENTO 1. Alguns automóveis são verdes e algumas coisas verdes são comestíveis. Logo, alguns automóveis verdes são comestíveis.
ARGUMENTO 2. Alguns brasileiros são ricos e alguns ricos são desonestos. Logo, alguns brasileiros são desonestos. Compare os 2 argumentos e assinale a alternativacorreta.
a. Apenas o argumento 2 é válido.
b. Apenas o argumento 1 é válido.
c. Os dois argumentos não são válidos.
d. Os dois argumentos são válidos.

3) (FGV) – Considere as seguintes proposições:
I. “O ministro está numa enrascada: se correr, o bicho pega; se ficar, o bicho come”.
II. “Ser ou não ser, eis a questão”.
III. “ O Tejo é mais belo que o rio que correpela minha aldeia; mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia”.
É correto então afirmar-se que:
a. Em I está presente uma tautologia.
b. Em II está presente uma contradição.
c. Em III está presente um dilema.
d. NDA

4) (FGV) – Analise o seguinte argumento:
Todas as proteínas são compostos orgânicos; em conseqüência, todas as enzimas sãoproteínas, uma vez que todas as enzimas são compostos orgânicos.
a. O argumento é válido, uma vez que suas premissas são verdadeiras, bem como sua conclusão.
b. argumento é válido apesar de conter uma premissa falsa.
c. Mesmo sem saber se as premissas são verdadeiras ou falsas, podemos garantir que o argumento não é válido.
d. NDA.

5) (FGV) – Os habitantes de certo país podem serclassificados em políticos e não-políticos. Todos os políticos sempre mentem e todos os não-políticos sempre falam a verdade. Um estrangeiro, em visita ao referido país, encontra-se com 3 nativos, I, II e III. Perguntando ao nativo I se ele é político, o estrangeiro recebe uma resposta que não consegue ouvir direito. O nativo II informa, então, que I negou ser um político. Mas o nativo III afirma queI é realmente um político. Quantos dos 3 nativos, são políticos?
a. Zero b. Um c. Dois d. NDA

6) (FGV) – A proposição ~(pÙq)Û(~p Ú ~q) representa um:
a. Entimema b. Contingência
b. Tautologia c. Dilema

7) (FGV) – Alguém afirmou certa feita que Toda pessoa que diz que não bebe não está sendo honesta. Pode-se concluir dessapremissa que:
a. Uma pessoa que diz que bebe está sendo honesta.
b. Uma pessoa está sendo honesta se diz que bebe.
c. Não existem pessoas honestas que dizem que não bebem.
d. NDA

8) (FGV) – Quando se afirma que P Þ Q (P implica Q) então:
a. Q é condição suficiente para P.
b. P é condição necessária para Q.
c. Q não é condição necessária para P
d.P é condição suficiente para Q.
e. P não é condição suficiente nem necessária para Q.

9) Ana é prima de Bia, ou Carlos é filho de Pedro. Se Jorge é irmão de Maria, então Breno não é neto de Beto. Se Carlos é filho de Pedro, então Breno é neto de Beto. Ora, Jorge é irmão de Maria. Logo:
a) Carlos é filho de Pedro ou Breno é neto de Beto.
b) Breno é neto de Beto e Ana é prima de Bia.c) Ana não é prima de Bia e Carlos é filho de Pedro.
d) Jorge é irmão de Maria e Breno é neto de Beto.
e) Ana é prima de Bia e Carlos não é filho de Pedro.

10) Três homens são levados à presença de um jovem lógico. Sabe-se que um deles é um honesto marceneiro, que sempre diz a verdade. Sabe-se, também, que um outro é um pedreiro, igualmente honesto e trabalhador, mas que tem o estranho...
tracking img