Ra-226 e ra-228 na dieta dos bovinos do agreste semi-árido de pernambuco e avaliação dos riscos decorrentes do consumo de leite por uma população potencialmente exposta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 191 (47638 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENERGIA NUCLEAR PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES

Ra-226 E Ra-228 NA DIETA DE BOVINOS LEITEIROS DO AGRESTE SEMI-ÁRIDO DE PERNAMBUCO E AVALIAÇÃO DE RISCO DECORRENTE DO CONSUMO DE LEITE POR UMA POPULAÇÃO POTENCIALMENTE EXPOSTA

AUTOR: CLEOMACIO MIGUEL DA SILVA ORIENTADOR: Prof. Dr.ADEMIR DE JESUS AMARAL CO-ORIENTADOR: Prof. Dr. ROMILTON DOS SANTOS AMARAL

RECIFE – PERNAMBUCO SETEMBRO–2006

CLEOMACIO MIGUEL DA SILVA

Ra-226 E Ra-228 NA DIETA DE BOVINOS LEITEIROS DO AGRESTE SEMI-ÁRIDO DE PERNAMBUCO E AVALIAÇÃO DE RISCO DECORRENTE DO CONSUMO DE LEITE POR UMA POPULAÇÃO POTENCIALMENTE EXPOSTA

Tese submetida ao Programa de PósGraduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, doDepartamento de Energia Nuclear, da Universidade Federal de Pernambuco, para obtenção do título de Doutor em Ciências. Área de Concentração: Dosimetria e Instrumentação Nuclear.

AUTOR: CLEOMACIO MIGUEL DA SILVA ORIENTADOR: Prof. Dr. ADEMIR DE JESUS AMARAL CO-ORIENTADOR: Prof. Dr. ROMILTON DOS SANTOS AMARAL

RECIFE – PERNAMBUCO - BRASIL SETEMBRO–2006

Silva, Cleomacio Miguel da Ra-226 e Ra-228na dieta de bovinos leiteiros do Agreste Semi-Árido de Pernambuco e avaliação de risco decorrente do consumo de leite por uma população potencialmente exposta / Cleomacio Miguel da Silva. – Recife : O Autor, 2006. 152 folhas : il., fig., tab. Tese (doutorado) – Universidade Federal de Pernambuco. CTG. Energia Nuclear, 2006. Inclui bibliografia e anexos. 1. Energia nuclear – Radioatividadeambiental. 2. Dieta de bovinos leiteiros – Agreste Semi-Árido de Pernambuco – Ra-226 e Ra-228 – Risco de câncer. 3. Saúde pública – Leite – Dose acumulada – Incorporação orgânica. I. Título. 621.039 539.752 CDU (2.ed.) CDD (22.ed.) UFPE

BC2007-017

A minha esposa, Naldicéa e aos meus filhos Arely e Abner, Dedico.

AGRADECIMENTOS

A Deus, meu Senhor e Salvador pela vida, saúde e sabedoria. Aos meuspais, Miguel Manoel da Silva e Maria da Conceição da Silva, pelos incentivos e amor dedicados. A minha esposa Naldicéa e a minha filha Arely, pela compreensão, incentivo, carinho e amor, principalmente quando precisei está ausente. Aos meus orientadores e amigos Ademir Amaral e Romilton Amaral pela paciência, tempo disponibilizado, conhecimento adquirido ao longo do curso e pela amizade. Ao meu amigoJosé Wilson Vieira pela ajuda na programação em C++. Ao meu amigo Jairo Rocha pela solução analítica do modelo da atividade acumulada. Ao Grupo de Estudos em Radioproteção e Radioecologia (GERAR), e aos amigos do Departamento de Energia Nuclear: Fabiana Aquino, José Marcos, Laélia Campos, Lidiane Régia, Mariana Brayner, Thiago Salazar, Rebeca Cantinha, pelo incentivo, sugestões e amizade. Agradeçoespecialmente ao meu amigo José Araújo (Zé Ceará), pela grande ajuda durante os procedimentos experimentais. A Sra. Iracilda (mãe de Romilton), que muito contribuiu para o progresso desta pesquisa, disponibilizando sua residência para alojamento da nossa equipe de pesquisa. Aos meus amigos do IPA-PE, Djalma Santos e Evandro Lima, pelas contribuições nos acessos às áreas de estudo. Aos amigosEliane Valentim, Francisco Carvalho, José Nildo Tabosa, André Maciel Neto e Miriam Guarnieri, pelas sugestões que enriqueceram o trabalho da pesquisa. Aos funcionários do DEN, principalmente a José Alves, pela colaboração dos desenhos e a Magali Rodrigues Ferreira (Secretaria do DEN). Aos parentes, colegas e amigos que de uma maneira ou de outra contribuíram para a conclusão deste trabalho, até mesmo,muitas vezes, com um simples gesto de carinho ou uma palavra amiga, meus sinceros agradecimentos. Ao professor Suêldo Vita da Silveira, que por intermédio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (FADE), contribuiu financeiramente para este trabalho. À CAPES e ao CNPq pelas bolsas concedidas. À Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), especialmente ao...
tracking img