Rédito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
Informática Organizacional II
Trabalho de Avaliação do 2º Semestre

CRIAÇÃO DE UMA BASE DE DADOS

A base de dados é criada e manipulada por um sistema SGBD (Sistema de Gestão de Base de Dados), sistema este que se divide em três:
O primeiro nível é o que se encontra mais escondido de toda uma base de dados, designado por nível físico (onde se encontram os suportes informáticospara o armazenamento dos ficheiros de dados, discos rígidos, discos moveis, etc).
O segundo é o nível conceptual [onde é possível a estruturação / organização da informação em tabelas (“entidades”)* e o relacionamento entre entidades (nº e tipo de campos em que a informação é estruturada)] e por fim temos o terceiro nível, nível este que é de visualização (onde através de ferramentas sevisualização do SGBD, se permite aos utilizadores terem acesso á apresentação de toda a informação armazenada).

• Vantagens da utilização de
uma base de dados:
-Precisa
-Fácil manipulação da informação armazenada
-Fácil compreensão-Oportuna
-Pouco espaço físico ocupado
-Só a informação realmente importante é guardada
-Menor deterioração do suporte utilizado

Neste trabalho criámos uma base de dados de uma possível tipografia, onde são feitos inúmeros trabalhos, esta base de dados insere-se no temaescolhido “Matéria-Prima/Produto Acabado (Gestão de Stocks) ”. Até à data a empresa não possuía nenhum registo de informação, e estava a deparar-se com grandes dificuldades em manter um funcionamento correcto da mesma. Existiam trabalhos que não se encontravam registados por falta de criação de código identificativo, o que resultava numa falta de controlo sobre a produção, originando diferenças entre osstocks reais e virtuais de tinta e papel. Com o auxílio desta base de dados é possível ter um controle mais fiável dos gastos, dos condicionantes de cada trabalho, bem como os principais clientes dos diferentes trabalhos.
Para descrever a utilidade desta base de dados em termos lógicos e compreensíveis referente aos inúmeros trabalhos efectuados numa determinada tipografia, representamos a seguir,a mesma num diagrama de ocorrências da base de dados e posteriormente, iremos formular o modelo E-R (entidade – relação) onde se estabelecem as relações existentes entre as diversas entidades. Estes dois modelos baseados na informação que se pretendia disponibilizar/registar e em alguns pressupostos que vão assegurar o correcto funcionamento da base de dados, estes iram ser enumerados aquando dodiagrama de ocorrências.
Ainda podemos fazer referência ás relações existentes em todo este processo, (apesar de não a considerar-mos como entidade), tudo inicia na tipografia que efectua os trabalhos, estes estão associados aos clientes que os encomendam e conforme o trabalho, este vai estar associado a diferentes tipos de papel e a diferentes tipos de tinta, o papel por sua vez irá ter acondicionante da humidade para a perfeição do trabalho.

Os gestores da referida empresa necessitavam então de possuir informação sobre cada entidade e ter conhecimento que a estas, estão associados vários atributos, os trabalhos possuem (Cod.trabalho ; Tipo ) , os clientes possuem (Cod.Cliente ; Nome ; Morada ; Telefone ; E-mail ; Área de fabrico ) , o papel possui (Cod.papel ; Nome ; Espessura ; Cor; Dimensões; Humidade) e a tinta possui (Cod.tinta ; Nome ; Cor ; Concentração ) .

* Entidades : Objectos ou conceitos que possuem um conjunto de características comuns .Compostas ou caracterizadas por um conjunto de atributos ,características comuns aos objectos ou conceitos definidos pela entidade. É qualquer propriedade de uma entidade , numa base de dados corresponde aos campos de uma...
tracking img