Qvt-caso petromoc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

As mudanças que ocorrem nas organizações motivadas pelas novas tecnologias como exigências de um mercado cada vez mais competitivo, têm reflexos significativos na forma de seu gerenciamento. Os processos foram e continuam sendo metamorfoseados pela nova divisão internacional de trabalho como resposta ao mercado economico globalizado, onde a competição dos actores produz um cenáriodinâmico com reflexos múltiplos em diferentes sectores de actividade.

No centro do processo, mesmo com a percepção de estar alheio a ele, encontra-se o trabalhador. Segundo (PILATTI; BEJARANO, 2005) considera que com o advento da sociedade pós-capitalista, que é a sociedade do conhecimento, a nova riqueza produzida nas organizações do conhecimento advém dos subutilizados activos intangíveis, ocapital humano e o capital estrutural interno e externo, onde as pessoas transformaram-se em únicos e verdadeiros agentes. Com a mudança do paradigma do conhecimento tornou-se necessário um enfoque diferenciado do capital humano. As pessoas deixaram de ser geradoras de custos ou recursos para se tornarem geradoras de receita.

Não se pode falar da QVT sem se falar da qualidade de vida em sí. Éimperativo compreender que a Qualidade de Vida (QV) não está apenas delimitada pelo posto de trabalho ou posição do trabalhador na organização, mas também por outros factores como os estudados pelos instrumentos de avaliação da Qualidade de Vida (WHOQOL-100, Goup 1998) que compreende físico, psicológico, nível de independência, relações pessoais, Meio-Ambiente, aspectos espirituais ligadas areligião ou crenças pessoais. Estes factores procuram avaliar a percepção do indivíduo e de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores, nos quais ele vive, em relação aos seus objectivos, expectativas, padrão e preocupação.

A qualidade de vida tem sido objecto de reflexão devido a busca de melhores condições de vida, devendo ser enfatizada a promoção da saúde, englabandodiversos factores que determinam a qualidade de vida da população. Pode-se inferir que a saúde é um dos principais parâmetros da QV. Segundo MINAYO, HARTZ e BUSS (2000) é imperativo respeitar a satisfação das necessidades mais elementares da vida humana: alimentação, acesso a água potável, habitação, trabalho, educação, saúde, lazer, conforto, bem-estar e realização individual e colectiva.

De acordocom os mesmos autores, para ter uma medida da qualidade de vida foram desenvolvidos instrumentos para qualificá-la, sendo o mais difundido o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) elaborado pela Programa de Nações Unidos para o Desenvolvimento (PNUD). O indicador avalia a capacidade do indivíduo através da análise das condições de renda, educação e saúde da população (onde o trabalhador faz parte)como elementos fundamentais para a qualidade de vida, onde: RENDA, é avaliada pelo Produto Interno Bruno (PIB) real per capita; SAÚDE, é avaliada pela esperança de vida ao nascer; EDUCAÇÃO, é avaliada pela taxa de alfabetização de adultos e taxas de matriculados nas níveis primário, secundário e terciário combinados. Para MINAYO, HARTZ & BUSS (2000) o IDH tem boa aceitação, podendo ser aplicadoem realidades distintas, como a de Moçambique, contudo, apresenta, segundo os mesmos autores, limitações para comparar a qualidade de vida entre territórios ou mesmo ao longo tempo, assim como, apresenta dificuldade para delimitar se houve crescimento ou desenvolvimento no território. Este indicador foi importante para o surgimento de outros que também visam quantificar a qualidade de vida, mascom menor divulgação.

Com relação a qualidade de vida no trabalho (QVT) houve grandes progressos devido ao modo de organização do trabalho, estando parte das empresas valorizando seus integrantes, possibilitando maior actuação no processo de produção, aumento da motivação no trabalho e garantindo uma maior qualidade do produto, bem como o favorecimento da saúde mental e física do trabalhador....
tracking img