Quincas borba - machado de assis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio Brasileiro Pedro Silvestre

Quincas Borba – Machado de Assis

Manaus – AM
2012
Colégio Brasileiro Pedro Silvestre
Nº 06
2º ano 04

Quincas Borba – Machado de Assis

Trabalho solicitado para obtenção
da nota do 2º bimestre pela profª
Rejane da matéria de português.

Manaus – AM
2012
IlustraçõesIntrodução

Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis,aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula na escola pública, única que freqüentará o autodidata Machado de Assis.
A obra de Machado de Assis assume uma originalidade despreocupada com as modas literárias dominantes de seu tempo.
Quincas Borba é umromance escrito por Machado de Assis, desenvolvido em princípio como folhetim na revista A Estação, entre os anos de 1886 e 1891 para, em 1892, ser publicado definitivamente pela Livraria Garnier. No processo de adaptação de folhetim para livro o autor realizou algumas mudanças mínimas, mas significativas. Em Quincas Borba recupera-se a narração em terceira pessoa para melhor objetivar o nascimento, apaixão e a morte de um provinciano ingênuo.

Conclusão

Quincas Borba, Rubião, um enfermeiro provinciano e ingênuo; Palha e Sofia, um casal esperto, oportunista, sedutores. São estes os personagens responsáveis pelo dinamismo da trama.
Em Quincas Borba recupera-se a narração em terceira pessoa para melhor objetivar o nascimento, a paixão e a morte de um provinciano ingênuo. Rubião, herdeiroimprovisado de uma grande fortuna, cai nos laços de um casal ambicioso; a mulher, a ambígua Sofia, vendo-o rico e desfrutável, dá-lhe esperanças, mas se abstém cautelosamente de realizá-las ao perceber no apaixonado traços de crescente loucura. Em longos ziguezagues se vão delineando o destino do pobre Rubião e a vileza bem composta do mundo onde triunfam Sofia e o marido; e não sei de quadro maisfino da sociedade burguesa do Segundo Reinado do que este, composto a modo de um mosaico de atitudes e frases do dia a dia. Desse mundo é expulso com metódica dureza o louco, o pobre, nas ladeiras de Barbacena, trazem na sua simplicidade patética o selo do gênio.

Bibliografia

Assis, Machado de.
Quincas Borda. / Machado de Assis, - Manaus;
Editora Valer, 2010. 264 p.
Literatura Brasileira– Romance , título.

Sumário

* Introdução _______________________________________________01

* Quincas Borba – Machado de Assis___________________________02

* Ilustrações_______________________________________________16

* Conclusão_______________________________________________17

* Bibliografia_______________________________________________18

Quincas Borba –Machado de Assis

Joaquim Maria Machado de Assis (Rio de Janeiro, 21 de junho de 1839 — Rio de Janeiro, 29 de setembro de 1908) foi um escritor brasileiro, amplamente considerado como o maior nome da literatura nacional. Escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, e crítico literário. Testemunhou a mudançapolítica no país quando a República substituiu o Império e foi um grande comentador e relator dos eventos político-sociais de sua época.
Nascido no Morro do Livramento, Rio de Janeiro, de uma família pobre, mal estudou em escolas públicas e nunca frequentou universidade. Os biógrafos notam que, interessado pela boémia e pela corte, lutou para subir socialmente abastecendo-se de superioridade...
tracking img