Quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1420 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ
Campus Parnaíba
CURSO: LICENCIATURA EM QUIMICA
DISCIPLINA: ORGÂNICA EXPERIMENTAL
PROF. BARTHOLOMEU







PRÁTICA 3: SOLUBILIDADE



Jossicleide G. de Seixas



PARNAÍBA-PI
10/12/ 2012
1. INTRODUÇÃO
Quando um soluto sólido começa a se dissolver em um solvente, a concentração de partículas do soluto na solução aumenta, onde na medida em que aquantidade de soluto necessária para formar uma solução saturada em certa quantidade de solvente é conhecida como solubilidade do determinado soluto.
De acordo com [2]:
Quando uma substância se dissolve em outra, partículas do soluto (tanto moléculas como íons, dependendo da natureza do soluto) devem ser distribuídas através do solvente e, de certo modo, as partículas do soluto na solução ocupamposições que são normalmente ocupadas por moléculas do solvente. Em um líquido as moléculas estão muito próximas e interagem fortemente com as moléculas vizinhas. A facilidade com que uma partícula de soluto pode substituir uma molécula de solvente depende das forças relativas de atração das moléculas de solvente entre si, das partículas de soluto entre si e da intensidade das interaçõessoluto-solvente.
Quando um sólido é adicionado a um líquido para formar uma solução, o solvente ataca a estrutura do sólido, assim removendo suas partículas, ou seja, há uma alteração na estrutura do solvente de modo em que há a destruição da estrutura do sólido [3].
Dependendo das condições, é possível à formação de soluções que contenham quantidade maior de soluto do que a necessária para caracterizar aformação de uma solução saturada, sendo levando em consideração os fatores que afetam a solubilidade, por exemplo, a extensão na qual uma substância se dissolve em outra, uma vez dependendo da natureza tanto do soluto quanto do solvente, com influência, também, da temperatura.


2. OBJETIVOS
Identificar o composto analisado, com base na sua solubilidade em diferentes solventes.
3. PRÉ-LABORATÓRIO
1. Para cada par de compostos abaixo, indique o mais solúvel em água e justifique:
a) N-pentano ou pentanol : O n-pentano é uma cadeia acíclica, apolar. O pentanol é a mesma cadeia, só que com um OH em um dos cinco carbonos, E polar, ou seja, o pentanol é mais solúvel devido ao seu radical hidroxila.
b) Éter dietílico ou butanamina : possui características miscibilidade, ou seja, tem apropriedade de se misturar com outras substâncias líquidas.
c) Álcool n- butílico ou isobutílico : é mais solúvel porque é um líquido incolor, solúvel em água e álcool e éter.
d) 2- metilpirrolidina ou n-metil- pirrolidina

2. Explique por que a anilina (fenilamina) é insolúvel em água, mas é solúvel em solução de HCl 5%. Demonstre a reação envolvida.
A anilina é uma substância polar, assim comoo ácido clorídrico, ou seja, polar dissolve/ solubiliza polar. No entanto, considera-se o grupo amina da anilina, onde composto com aminas atuam como bases reagindo facilmente com ácidos, obtendo a seguinte reação:



3. Explique por que a α-naftol é insolúvel em água, porém é solúvel em uma solução de NaOH 5%. Demonstre a reação.
O H da hidroxila α-naftol é um hidrogênio ácido, assim tendea se dissociar formando um H ácido e um ânion,quando adicionado a base NaOH, o cátion Na+ se liga ao ânion O- , formando um sal.
Como segue a reação:
C10H7OH(s)+(Na+)(aq)[OH-](aq)->C10H7O-(aq)(Na+)(aq) + H2O(l)

4. Coloque os seguintes compostos em ordem crescente de solubilidade em água, justificando: 2-metil-2- propanol, 1- hexanol, álcool sec- butílico, 1- butanol e álcool isobutílico.5. Complete as seguintes equações químicas:

a)

b)


c)

d)

4. MATERIAL E MÉTODO
4.1 Material:
Tubos de ensaio;
Funil;
Espátula;
Vidro de relógio;
Piceta;
Béquer;
Pipeta 1ml;
Proveta 5ml;
Fita de Litmus;

4.2 Reagentes utilizados:
H2O destilada;
NaOH;
HCl;
H2SO4;

4.3 Método:

De modo a poder identificar a solubilidade de um composto em um determinado...
tracking img