Quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2266 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE QUÍMICA E BIOLOGIA
CURSO DE BACHARELADO/LICENCIATURA EM QUÍMICA TECNOLÓGICA

ALDO MATHEUS CORDEIRO
MAIKON TIAGO ARAUJO

DETERMINAÇÃO DE ÁGUA EM SÓLIDOS E DETERMINAÇÃO GRAVIMÉTRICA DE CLORETO

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

CURITIBA
2011
INTRODUÇÃO
A água é considerada um recurso ou bem econômico, porque é finita,vulnerável e essencial para a conservação da vida e do meio ambiente. Além disso, sua escassez impede o desenvolvimento de diversas regiões. Por outro lado, é também tida como um recurso ambiental, pois a alteração adversa desse recurso pode contribuir para a degradação da qualidade do meio ambiente. Já a degradação ambiental afeta, direta ou indiretamente, a saúde, a segurança e o bem-estar dapopulação; as atividades sociais e econômicas; a fauna e a flora; as condições estéticas e sanitárias do meio; e a qualidade dos recursos naturais (BORSOI; TORRES,).
Uma enorme variedade de substâncias sólidas encontradas na natureza contém água ou os elementos que a formam. A quantidade de água nos sólidos é variável e depende da umidade e temperatura do ambiente, ela ocorre em vários sólidos formando oshidratos cristalinos, e está ligada a estes sólidos mediante ligações de coordenação covalentes, que são normalmente mais fracas que as eletrostáticas. Por esta razão a água de é facilmente eliminada destes compostos pela ação do calor. (BACCAN)
A utilização da água e do solo nas diversas atividades humanas tem conseqüências diferenciadas sobre um corpo d’água qualquer, haja vista que a águapossui usos múltiplos na sociedade e, por isso, apresenta padrões específicos para a atividade em que é envolvida como, por exemplo, o abastecimento, recreação, irrigação, dentre outras (CONAMA, 2005).
Após as atividades, sobram substâncias na água, que são denominados sólidos, para CETESB, 2001, sólidos nas águas correspondem a toda matéria que permanece como resíduo, após evaporação, secagem oucalcinação da amostra a uma temperatura pré-estabelecida durante um tempo fixado. Em linhas gerais, as operações de secagem, calcinação e filtração são as que definem as diversas frações de sólidos presentes na água.
A análise gravimétrica ou gravimetria é um método analítico quantitativo que determina a quantidade de um determinado elemento, radical ou composto presentes em uma solução. SegundoVogel "A base da análise gravimétrica é a pesagem de uma substância obtida pela precipitação de uma solução, ou volatilização e subseqüentemente absorvida".
Na analise gravimétrica,a massa de um determinado produto é usada para calcular a quantidade do analito (da espécie que esta sendo analisada) presente na amostra original. No inicio do século XX, por meio de uma analise gravimétrica muitometiculosa, T.W.Richards determinou, com uma precisão de seis algarismos significativos as massa atômicas do Ag,Cl e N. Essa pesquisa permitiu posteriormente a determinação precisa das massas atômicas de outros vários elementos. (HARRIS)
Existem inúmeras vantagens da análise gravimétrica uma delas é as operações unitárias utilizadas no procedimento gravimétrico que são de fácil manuseio e de boareprodutibilidade, além de usar equipamentos simples e de baixo custo como béquer, balança analítica, As desvantagens da análise gravimétrica nada mais é o tempo que precisa para fazer a sua execução. Além de possuir várias operações necessárias para a execução da análise. (BACCAN)
O objetivo dessa aula prática foi, a determinação de água em sólidos, seguidos da determinação do teor de íons cloretoem uma amostra de concentração desconhecida.

MATERIAIS E MÉTODOS
Materiais
Abaixo, quadros contendo todos os materiais e reagentes utilizados nos experimentos:

Quadro I – Materiais e reagentes utilizados para determinação de água em sólidos
Materiais | Reagentes |
Cadinho taradoEspátulaPinça metálica (tipo tesoura)Papel-toalhaDessecadorEstufa | Cloreto de Bário |

Quadro II –...
tracking img