Quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A reutilização também é uma forma deredução, pois os produtos permanecem mais tempo em uso antes de seremdescartados. Consiste no aproveitamento deprodutos sem que estes sofram quaisquer tipos de alterações ou processamentocomplexos (só passam, por exemplo, por limpeza). Existem inúmeras formas dereutilização, dependendodacriatividadedo gerador. Os principaisresíduos que podem ser reutilizados são embalagens e roupas, modificando suaaparência e finalidade. Faça de uma garrafa um vaso de plantas, ou de umacamisa velha um pano de chão. Ainda que não se encontre umaformaimediatapara a reutilização, muitos produtos devemserconsiderados como reutilizáveis e então serem guardados para um momentoposterior. Ao invés de jogar fora algumobjeto “velho” e “sem valor” procure uma instituição de caridade que comcerteza fará bom uso de qualquer doação.
Outras medidas dereutilização:
·          Separar sacolas, sacosdepapel, vidros, caixas de ovos e papéis de embrulho que podem serreutilizados;
·          Usar como rascunho o verso defolhas de papel já utilizado;
·          Reutilizar envelopes,colocando etiquetas sobre o endereço do remetente e destinatário;
·          Utilizar coador de café nãodescartável;
·          Pensar em restaurar econservar antes de pensar em jogar fora;
·          Levar seu lancheou almoço emrecipientes reutilizáveis (marmita) e não em recipientes descartáveis (deplástico ou alumínio);
·          Não jogar no lixo aparelhosquebrados que podem ser vendidos no ferro velho, ou desmontados,reaproveitando as peças;
·          Preferir as fraldas laváveisàs descartáveis;
·         C om o crescimento da população, e conseqüentemente da produção de lixo, o iminente esgotamentoda capacidade dos aterros sanitários, a dificuldade em se encontrar novas áreas para que possam ser depositados os resíduos e a preocupação mundial com o destino do lixo vem crescendo a cada ano. Mas uma idéia que surgiu na Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais, e que já está sendo praticada em alguns municípios paranaenses, pode ajudar a amenizar esse problema.
Para o Phd JoãoTinoco Pereira Neto, autor do projeto, não são só os materiais recicláveis - plástico, papel, vidro, metal, etc - devem ser reaproveitados. O material orgânico - folhas, restos de alimentos -, que corresponde a mais da metade do lixo produzido no Brasil, também pode ser reutilizado, desafogando os aterros sanitários e dando mais um incremento à economia dos municípios.
O lixo orgânico, devido aoseu enorme potencial biológico, se submetido ao tratamento adequado, torna-se um poderoso fertilizante. Com um trabalho, até certo ponto simples, é possível se reaproveitar 50% do lixo orgânico na fabricação de um composto para ser utilizado na agricultura, como adubo.
Um projeto para reaproveitamento e compostagem do lixo para uma cidade que tenha até 20 mil habitantes, como a maioria dosmunicípios paranaenses, fica em torno de R$ 100 mil e, segundo o engenheiro, resolveria o problema do lixo por cerca de 20 anos. O Laboratório de Engenharia Sanitária e Ambiental (Lesa) da UFV, em um convênio com o governo de Minas Gerais, já implantou centenas de projetos em municípios de população média.
O exemplo bem-sucedido das cidades mineiras motivou a Prefeitura de General Carneiro, na região Suldo Paraná, a traçar no ano passado uma parceria com a UFV. Com o apoio técnico da universidade, o município construiu sua Unidade de Triagem e Compostagem com Aterro de Rejeitos e está conseguindo reaproveitar mais de 75% do lixo produzido na cidade.
O procurador do Ministério Público e coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção ao Meio Ambiente do Paraná,...
tracking img