Questao ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1456 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Metropolitana de Manaus – FAMETRO
Fernanda Lara de Oliveira Gonçalves – Acadêmica de Serviço Social

Questão Ambiental

Trabalho solicitado pela prof. Marly Marinho para a nota Parcial da matéria de Questão Ambiental do 4° período noturno do curso de Serviço Social.

Manaus – AM
2013
Como era a sua rua e casa há alguns anos atrás e como era o bairro?

O bairro de São Raimundo selocaliza na zona oeste do Amazonas, próximo as margens do Rio Negro.
As primeiras casas foram construídas na beira mar, elas eram de palafitas, onde era o único modo encontrado para poder resistir o período da cheia do rio quando ele enchia. Quando o rio voltava no seu nível normal, podia se medir os metros da água que ficavam nas palafitas ao decorrer da altitude do rio naquela época. Ainda se utilizamas catraias para atravessar o rio por debaixo da ponte, pagando um valor simbólico de um real por pessoa. Muito comentado por todos naquela época eram os Bailes na Sede do Clube do São Raimundo onde era escolhida a garota mais bonita do bairro, que por sorte a minha mãe, naquela época, foi escolhida a rainha do baile antes de eu nascer. Existindo e sendo utilizado normalmente até hoje são oscolégios Pedro Silvestre, Olavo Bilac, Marques da Santa Cruz e São Luiz de Gonzaga, todos eles se encontram espalhados ao redor do bairro para fácil acesso de todos os moradores que moram ela redondeza e que dentro daqueles colégios passaram a maior parte do tempo, onde por coincidência minha bisavó era a zeladora, minha avó foi professora.
Até os dias de hoje ainda é comemorado o festival Marquesiano,onde se realiza no campo atrás da igreja de São Raimundo Nonato, mostrando um pouco das danças e comidas típicas de algumas regiões. É sagrado no mês de agosto ocorrer o arraial de São Raimundo Nonato que é o nosso padroeiro, acontecendo essa festa durante quase uma semana, tendo bandas de todos os ritmos, barracas de comidas do sagrado coração de Jesus que as responsáveis são as senhoras doapostolado, barracas de pescaria, outros jogos e banana frita que os responsáveis são os escoteiros do bairro, do bingo mais conhecidos por todos os moradores tanto os antigos quanto os atuais como bingão que é liderado pelos coroinhas e pela arquidiocese, e não podendo esquecer o bolo gigante que é feito pela igreja juntamente com alguns moradores do bairro para comemorar o aniversário do bairro.Ainda existem aqueles moradores mais antigos que não perdem o costume de jogar seu dominó na rua da sede, praticar seu jogo de baralho na ponte do sul America, e quando o rio está seco as traves do gol começam a aparecer e ninguém perde o costume de jogar bola na baixada e por ultimo e não menos importantes, existem aquelas senhoras de maior idade que são acostumadas a morar no são Raimundo há muitotempo sem se preocupar como nada e ficam até as vinte e três horas nas portas da sua casa conversando umas com as outras sentadas com as suas cadeirinhas de macarrão.
A minha casa é localizada na Rua Virgilio Ramos, onde fica praticamente no meio dos melhores pontos do bairro, que de um lado se localiza uma padaria bastante antiga chamada Pinho e um mercadinho e do outro lado fica dois famososbares. Alguns móveis da minha casa são de madeira e ainda tem 65 e estão em ótimos estados nunca foi mudado de lugar, o meu quintal é grande e minha avó planta bananeira, pé de abacate, acerola, manga, cupuaçu, entre outras ervas medicinais prontas para fazer chá.

Carta escrita no ano de 2070

Perante a carta de 2070 que foi passada dentro de sala de aula, vou relatar meu ponto de vista de algumasfrases citadas, que teve mais impacto sobre o nosso dia a dia.
Na carta se pode percebe que depois de certo tempo no ano de 2070, quem escreveu a carta está praticamente se lamentando e fazendo nós do presente de 2013 nos recordarmos e percebemos que quem está estragando, destruindo, poluindo, desperdiçando e contaminando a água, somos nós, pessoas presentes aqui 2013, e com isso nos fazem...
tracking img