Questões do filme "o informante"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AVALIAÇÃO ON-LINE: Filme “O Informante”

1 – O comportamento ético não é oportunista, mas resultado de uma construção desenvolvida e alicerçada em valores. Analise as atitudes éticas e não-éticas dos seguintes personagens do filme (não se esqueça de estudar as unidades indicadas):

Lowel Bergman – Demonstrou durante todo o filme uma ética, sem igual, colocando a verdade acima de tudo, não sópara usufruir da sua repercussão, mais contribuindo com sua fonte, para que esta não ficasse sem nenhum respaldo jurídico e social. Excelente entrevista, a qual demonstrou os conflitos de alguns profissionais que, depararam-se com decisões que, por vezes, não abrangem suas convicções éticas e morais, mas podem ser necessárias face alguns conflitos. Lowell, por sua vez, não está simplesmentepreocupado com o que deve ou não ir ao ar e por quê. Preocupa-o bem mais a segurança da sua fonte e a que ponto o homem, o indivíduo, possuidor de um nome, uma família, um emprego e, principalmente, dignidade, até que ponto este homem está disposto a ir para manter-se íntegro, em paz com sua remota "ética". Já a parte não-ética é quando ele vê que sua matéria não vai ao ar, vende as informações aoJornal New York Times.

Mike Wallace – Não demonstra tanta ética ao deixar-se levar para o lado do favorecimento, quando este, sentiu-se obrigado em ter que escolher um lado para defender, resolveu ficar ao lado da emissora, não por concordar com ela, mas sim por ter medo de perder o emprego. Enquanto que, o que deve-se priorizar para ser um bom profissional são primeiramente os princípios existentesem cada um, o senso ético e moral, independente da profissão escolhida, priorizando esses princípios, independente da carreira escolhida, o profissional agirá com grande senso de justiça diante de inúmeros conflitos que terá que enfrentar ao longo de sua carreira profissional.

Jeffrey Wigand – Ele detém um conhecimento que pode salvar vidas e se sente impedido de usá-lo em favor da população.Jeffrey que, não concordando com a política da empresa, a qual adulterava produtos contidos no tabaco, tornando assim, os usuários mais dependentes, é demitido. A partir desse momento, começam as contradições do personagem, ora coagido a delatar os fatos às autoridades competentes, ora fica obrigado a cumprir as normas legais ligadas ao seu contrato de confidencialidade com a antiga empregadora. Opersonagem em questão colocou a ética em um contexto geral, sua ética como cidadão, sentindo-se insultado com a demissão injusta, pela ética profissional, ao não concordar com a adulteração do produto. Este cientista, a ver-se obrigado a adulterar um componente químico, preferiu perder o emprego, o qual lhe dava inúmeros status, ao invés de compactuar com aquela manobra. Demonstrou, dessamaneira, grande senso ético e moral, não se deixou levar pelas circunstâncias e sim, por suas convicções pessoais. Ele não questiona o ato de fumar em si, nem tampouco as estratégias da indústria de cigarro para manter seus consumidores, questiona é a extensão de sua responsabilidade como cientista diante de uma ameaça a milhões. O engraçado é que ele não concordou com a potencialização da nicotina, masaté esse momento, estava muito passivo ao permanecer na empresa, mesmo sabendo que a nicotina causava dependência. Por mais motivos que Jeffrey tivesse para ficar calado, ele ignorou todos eles e colocou a boca no trombone. E por quê? Foram as circunstancias? O orgulho ferido? Se ele não tivesse sido mandado embora, será que ele revelaria os segredos da indústria? Por que não revelou antes? Vejodecisões impulsivas, diálogos contraditórios, hesitação e medo nas atitudes dele em quase todo o filme.
Enfim, Lowell, Jeffrey e Mike redizem a velha frase: "Se caráter é caro, eu pago o preço."

2 – Os “sete anões” do filme representam a posição das indústrias tabagistas; analise essa atitude em relação à ética e à moral.

Os sete maiores representantes da indústria do cigarro (os “sete...
tracking img