Quem mexeu no meu queijo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9910 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A História por Trás da História
por Kenneth Blanchard, Ph.D.
Fico emocionado em contar para você “a história por trás história” de Quem mexeu no meu
Queijo?, porque isso significa que o livro já foi escrito, pode ser lido repetidamente e partilhado
com outras pessoas.
Isso é algo que eu sempre quis que acontecesse desde que ouvi pela primeira vez Spencer
Johnson contar a sua clássica eótima história do “Queijo”, anos atrás, antes de escrevermos juntos
nosso livro O gerente-minuto. Lembro-me de que naquela época achei a história muito boa e desde
então tenho colocado em prática as lições que tirei dela.
Esta é uma história de mudança que ocorre em um Labirinto em que quatro personagens
engraçados procuram pelo “Queijo”, uma metáfora para o que queremos ter na vida: seja umemprego, um relacionamento, dinheiro, uma casa grande, liberdade, saúde, reconhecimento, paz
espiritual ou até mesmo uma atividade como corrida ou golfe.
Cada um de nós tem a sua própria idéia do que é um Queijo, e o procuramos porque
acreditamos que nos fará felizes. Se o obtemos, freqüentemente ficamos ligados a ele. E se o
perdemos, ou se nos é tirado, isso pode ser traumático.
O “Labirinto” nahistória representa onde você gasta tempo procurando o que quer. Pode ser a
organização em que trabalha, a sociedade em que vive ou os relacionamentos que tem em sua vida.
Eu conta a história do Queijo que você está prestes a ler em minhas palestras ao redor do
mundo, e depois as pessoas me dizem que diferença isso fez para elas.
Acredite ou não, esta curta história tem salvado carreiras,casamentos e vidas!
Um dos muitos exemplos vem de Charlie Jones, um respeitado comentarista da NBC – TV,
que revelou que ouvir a história de Quem mexeu no meu Queijo? salvou sua carreira. Seu emprego é
único, mas os princípios podem ser usados por qualquer pessoa.
Eis o que aconteceu: Charlie se esforçara muito e fizera um ótimo trabalho comentando as
competições no Campo em uma apresentaçãoanterior dos Jogos Olímpicos, por isso ficou surpreso
e aborrecido quando seu chefe lhe disse que ele não comentaria mais esses eventos e havia sido
designado para Natação e Saltos Ornamentais.
Sem conhecer bem esses esportes, ele se sentiu frustrado e desvalorizado, o que o deixou
furioso. Aquilo não era justo! Sua raiva começou a afetar tudo que fazia.
Então, ouviu a história de Quem mexeu nomeu Queijo?.
Depois de ouvi-la, ele disse que riu de si mesmo e mudou de atitude. Viu que seu patrão
apenas “mexera no seu Queijo”. Por isso se adaptou, instruiu-se sobre os dois novos esportes e
descobriu que fazer algo novo o fazia sentir-se jovem.
10
Não demorou muito para seu patrão reconhecer sua nova atitude e energia, e logo lhe deram
trabalhos melhores. Ele teve mais sucesso do quenunca, e mais tarde foi incluído na lista dos
comentaristas de futebol famosos.
Essa é apenas uma das muitas histórias baseadas em fatos reais que ouvimos sobre o impacto
desta história nas vidas profissionais e amorosas das pessoas.
Todos nós trabalhamos e vivemos em tempos de mudança, e por isso estão sempre mexendo
no nosso “Queijo”.
Nos negócios, as empresas familiares acabaram. Essasempresas queriam lealdade; as de hoje
precisam da sua ajuda, de pessoas flexíveis no que diz respeito a “como as coisas são feitas por
aqui”.
A adaptabilidade às mudanças é uma condição indispensável para a sobrevivência de pessoas
e organizações, e mais ainda para seu sucesso na economia global de hoje. Quem consegue se
adaptar é recompensado.
A maioria dos gerentes bem-sucedidos sabe disso etenta criar ambientes que ajudem as
pessoas a mudar e apreciar as mudanças. Quando a velocidade da mudança aumenta, mais do que
nunca todos nós precisamos nos adaptar.
As mudanças inesperadas – no trabalho ou na vida – podem , como você sabe, ser
estressantes, a menos que você tenha um modo de encará-las que o ajude a compreendê-las, que é o
que faz a história do “Queijo”. A leitura desta...
tracking img