Queixa crime

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (568 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA __ VARA CRIMINAL DA COMARCA DE BELO HORIZONTE - MG










FULANO DE TAL, brasileira, casada, gerente, RG nº 2, CPF n°, domiciliado na Rua, n°999, Centro, Belo Horizonte – MG, doravante denominado querelante, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, através do seu procurador que esta subscreve (procuração com poderes especiais anexa),com fulcro nos artigos 30, 41 a 44 do Código de Processo Penal c/c artigo 100 § 2° do Código Penal, oferecer




QUEIXA-CRIME





Em face FULANO, brasileiro, casado, empresário,domiciliado na Rua, n° 999, Centro, Belo Horizonte/MG, doravante denominado, querelado, pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos:

DOS FATOS

Na data de 23 de março de 2012 o senhor presidentedo conselho Fiscal do Condomínio anexou no quadro de avisos no rol de entrada do Edifício uma carta aos moradores a qual noticia que a sindica FULANA DE TAL apropriou-se da quantia de R$10.000,00pagas pelos demais moradores a qual se destinava ao pagamento de taxas de condomínio.
De acordo com o senhor FULANO tais irregularidades ocorreram no período em que a querelante ocupava o cargo desindica do condomínio, período este entre março de 2011 a fevereiro de 2012, irregularidades comprovadas após análise dos balancetes financeiros.
Ocorre que a senhora FULANA DE TAL inconformada com taisacusações contratou uma empresa de contabilidade para verificar as irregularidades apontadas pelo senhor FULANO e não encontrou irregularidade alguma. Após tal analise descobriu-se através dastestemunhas senhora Maria Helena Souza, Nilda Joaquina, Cecília Meireles e Rosa Maria que o Senhor FULANO agiu de tal forma para denegrir a imagem da querelante Senhora FULANA DE TAL perante os condôminospara então ocupar o cargo de sindico.

DO DIREITO

O Senhor FULANO o colocar no rol de entrada do Condomínio uma carta a qual dizia que a querelante apropriou-se da quantia de R$ 10.000,00...
tracking img