Quase deuses

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1684 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
À

beira do leito
Clínica Cirúrgica
critérios bem estabelecidos para seu uso tornou-o indiscriminado em todos os setores hospitalares. Sabendo que há relatos de efeitos colaterais como disfunções hepáticas, alterações reversíveis na contagem de células sangüíneas (anemia, leucopenia e trombocitopenia), agranulocitose, hipoplasia ou aplasia de medula óssea, reações de hipersensibilidade(urticária, edema angioneurótico, broncoespasmo, hipotensão), bradicardia e bloqueio atrioventricular, seu uso pode expor os pacientes hospitalizados, sob menor regime de estresse, a riscos sem evidência de benefício. Podemos procurar algumas das populações de pacientes hospitalizados que se beneficiam do uso da ranitidina na profilaxia da úlcera péptica ou de estresse, a partir da informação científicadisponível que testou de forma apropriada essa questão clínica. A base Medline, então, foi consultada através da estratégia: “Ranitidine/therapeutic use”[MeSH] AND (“Peptic Ulcer Hemorrhage/ prevention and control”[MeSH] OR “Peptic Ulcer/prevention and control”[MeSH Terms] OR “Stress/complications”[MeSH]) AND Randomized Controlled Trial[ptyp], permitindo recuperar 95 estudos. Não foram incluídosos estudos em língua estrangeira diferente do português, inglês ou espanhol, os estudos cujos pacientes tinham história prévia de úlcera péptica, ou estavam sob tratamento de úlcera péptica, ou tinham uso prévio recente de protetor gástrico, e aqueles estudos em que os pacientes não estavam hospitalizados. Dos estudos selecionados, após avaliação dos resumos, verificou-se que a população estudada érestrita aos pacientes hospitalizados em unidades de terapia intensiva (UTI). A fim de ilustrar a quantidade de benefício estimada a esses pacientes, foi considerada amostra de três ensaios clínicos randomizados (ECR)1-3 com escore JADAD maior do que três. As populações incluídas foram de adultos internados em UTI por sepse e/ou politrauma, ou que necessitaram ventilação mecânica, e de neonatos(RN) internados em UTI que necessitaram de ventilação mecânica nas duas horas iniciais de vida. As intervenções testadas foram de ranitidina endovenosa na dose de 25 a 50 mg, de 8 em 8 horas, nos adultos, e de 5mg/kg/dia, de 8 em 8 horas, nos recémnascidos. A comparação variou entre a administração de placebo ou Sucralfato 1g de 6 em 6 horas por SNG. Os desfechos analisados foram de presença deúlcera péptica ou de hemorragia digestiva alta. Em adultos, o uso de ranitidina reduziu o risco absoluto (RRA) de úlcera péptica em 5,9% (IC95% -2% a +13,8%), e de hemorragia digestiva em 2,1% (IC95% +0,3% a +39%). Nos recém-nascidos, seu uso reduziu o risco de úlcera em 32% (IC95% +13,7% a +50,3%), sendo então necessário tratar três recém-nascidos para se evitar uma úlcera péptica. Os pacienteshospitalizados, para os quais o uso de ranitidina foi testado de maneira consistente (através de ECR), se limitam àqueles admitidos em UTI, sobretudo sob ventilação mecânica, com benefício variável, o qual não foi foco de nossa análise. Entretanto, é nosso objetivo alertar que não há informação relevante quanto ao benefício do uso da ranitidina profilática em pacientes hospitalizados, por exemplo, naenfermaria, que estão sob menor regime de estresse. Temos a tendência de procurar responder a questões sobre tecnologias novas ou de alto custo, esquecendo, no entanto, de que
Rev Assoc Med Bras 2007; 53(6): 471-85

CONDUTA ALIATIV TIVA QUAL A MELHOR CONDUTA PALIATIVA NO CÂNCER INEXTIRPÁVEL DA CABEÇA DO PÂNCREAS?
Somente de 5% a 20% dos carcinomas da cabeça do pâncreas são ressecáveis na épocade seu diagnóstico. O cirurgião sempre se encontra frente a um dilema nos casos inextirpáveis, e que geralmente apresentam sinais obstrutivos da via biliar ou duodenal. A conduta mais conservadora é a colocação de próteses por via endoscópica tanto na via biliar quanto no duodeno. A prótese auto-expansiva duodenal não tem mostrado bons resultados, pois leva a nova obstrução em 5 a 7 semanas...
tracking img