Quais os resultados que o discipulado eficiente traz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1567 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
QUAIS OS RESULTADOS QUE O DISCIPULADO EFICIENTE TRAZ PARA A IGREJA?

Joyce Síndici Barbosa de Andrade

Ivane Moura Shiniski

I.T.Q. – Instituto teológico Quadrangular – II Região

Teologia / (20ª I.E.Q.) – Discipulado

.





1 INTRODUÇÃO



Quando estudamos os princípios implícitos no ministério de Jesus, que determinaram os métodos que ele utilizou na propagação doevangelho, analisamos a estratégia evangelística de Cristo e de como ela orientou sua vida enquanto ele viveu na Terra. Cristo é o modelo perfeito para a analise de um plano mestre.
Inicialmente Cristo recrutou dozes pessoas, pois o seu método se baseava nas pessoas. Jesus convidou alguns homens a segui-lo. Ele não se preocupava alcançar grandes platéias, mas pessoas a quem as multidões deveriam seguir.O objetivo inicial do plano de Jesus era que as pessoas fossem capazes de testemunhar a respeito de sua vida. Como era de se esperar, as primeiras tentativas em ganhar vidas, não tiveram efeito imediato. O tempo passou e, aqueles primeiros convertidos estavam destinados a se tornar os líderes da igreja do Senhor, que levariam o evangelho por todo o mundo. Suas vidas tiveram um significado quedurará por toda a eternidade.

O que mais chama a atenção sobre aqueles homens é que, eles não eram pessoas de renomes, eram seres em meio a uma grande multidão. Não era o tipo de gente de quem se pudesse esperar ganhar o mundo. Importante lembrar que não dá para transformar o mundo se as pessoas que nele vivem não forem transformadas, por isso, a necessidade de manter o grupo suficientementepequeno para que pudesse ser bem trabalhado e servisse de testemunho







2 PLANO MESTRE DE DISCIPULADO

Jesus dedicava sua vida àqueles que desejava treinar. Jesus dedicou seu tempo, ele empenhou todo seu ministério neles, mesmo no momento mais crucial, quando eles deixaram de ser leais a ele, mas Jesus não podia suportar a idéia de que seus discípulos desviassem do propósito maior.Seria um erro presumir, que Jesus dava menor importância ao povo. Jesus fez tudo que qualquer pessoa poderia ter feito, para alcançar as multidões. A primeira coisa que fez quando iniciou seu ministério, foi se identificar com o grande avivamento sua época, por meio do batismo realizado por João Batista. Orava o tempo todo pelas multidões, ensinava, providenciou alimento a multidão, curoudoentes, expulsou demônios. Ninguém pode dizer que Jesus se negou a evangelizar o povo. Na verdade, a habilidade que Jesus possuía de cativar as multidões criou um problema sério em seu ministério, queriam proclamá-lo rei à força. Os evangelistas com certeza não indicam que Jesus tenha desprezado seguidores entre as grandes massas, mas Jesus não estava ali para se exibir para uma platéia.

Talvez onúmero total de seguidores de Cristo no fim de seu ministério fosse uns 500 irmãos aos quais Jesus apareceu depois da ressurreição. Considerando que seu ministério ativo se estendeu por um período de apenas três anos, Jesus dificilmente seria considerado um dos maiores evangelistas da igreja. O mestre poderia formar, com facilidade, um grupo de milhares de seguidores, mas Jesus não estava tentandoimpressionar a multidão, sim prenunciar um reino, precisava de pessoas capazes de liderar grandes grupos.

Este princípio não é muito bem compreendido hoje em dia. Os esforços começam com as multidões para depois alcançar as pessoas individualmente, o resultado é uma ênfase extraordinária em números de convertidos. Já o padrão estabelecido por Jesus significa que tudo que se faz com os grupospequenos tem por finalidade a salvação das multidões, as multidões podem ser conquistadas com facilidade se tiverem bons líderes para seguir. A Igreja contemporânea deve confrontar a situação de modo prático e realista. Os dias de superficialidade já se foram. O programa evangelístico da Igreja naufragou em praticamente todas as frentes. Antes de resolver a questão da exploração das massas,...
tracking img