quadro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1756 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto

Departamento de Engenharia Civil



Relatório de Atividade Prática



CARACTERIZAÇÃO
DO COMPORTAMENTO MECÂNICO À TRAÇÃO DO AÇO



Discentes: Anastaiya Isayeva (nº 69047) ________________
Cátia Raposo (nº 73691) ________________
Pedro Moreira (nº 68499) ________________
Ranieri Couto (nº 72233) ________________

Grupo 3Disciplina: Materiais de Construção I
Docente: Victor Miguel Carneiro de Sousa Ferreira




SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 2
2. OBJETIVOS 4
3. CONCEITOS 5

4.MATERIAL UTILIZADO…………………………………………………………….5
5.PROCEDIMENTO…………………………………………………………………….5
6. DADOS EXPERIMENTAIS 6
7. CÁLCULOS 7
8. CONCLUSÕES 8

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
APÊNDICES

1.Introdução
O trabalho abordado é o ensaio da tracçãodo aço. Neste trabalho pretende-se analisar o comportamento mecânico do aço sujeito à tracção, ensaio este que pode ser utilizado para averiguar diversas propriedades mecânicas de um material em que a amostra (provete de aço) é deformada, geralmente até a fratura, por uma carga de tracção, devido a agentes externos como esforços, que é aumentada gradualmente e aplicada uniaxialmente ao longo doeixo do provete. O resultado deste ensaio de tracção é a curva característica tensão-deformação. A partir do gráfico tensão-deformação obtêm-se a tensão de cedência, a tensão máxima e outras características fundamentais dos cálculos a efectuar, tais como alongamento de rutura, módulo de elastecidade, módulo de resilência, módulo de tenacidade, tensão real na carga máxima,extensão real na cargamáxima, tensão real de fratura e por fim extensão real de fratura, necessários para a realização do trabalho.


Fig.1– Máquina universal de ensaios mecânicos

O provete em análise era de aço, sendo este material utilizado em construção devido às suas características, pois tem uma elevada resistência à tracção e à compressão, bem com um elevado módulode elasticidade (E) e uma boa ductilidade.Neste ensaio aplica-se uma força de tracção no provete fazendo com que este deforme, como se observa no seguinte gráfico.

Fig.2– Exemplo de gráfico tensão-deformação

O gráfico tensão-defromação divide-se em 4 fases:
1º Fase- Regime de Elastecidade
A deformação é proporcinal à deformação a que está sujeito. Nesta fase o provete alonga-se elasticamente, com uma deformação proporcinal à tensão,até um valor  igual à tensão limite de proporcionalidade p. O declive desta recta é igual ao módulo de elasticidade:

Fig.3– Fase elástica
2ª Fase- Regime superior e inferior de elasicidade:


Fig.4– 2ª fase
3ª Fase- Regime de plasticidade:
Existência de deformações residuais permanentes ou plásticas: nesta fase o provete de aço continua a pastificar-se e a alongar-se sob uma tensãoconstante até atingir um alongamento de ordem de 1,5% do comprimento inicial do provete.

Fig.5– Regime plástico




4ª Fase- Regime de endurecimento:

Fig.6– Fase de endurecimento
Após o ponto D entra-se numa zona de endurecimento do material, verificando-se que a partir do ponto E dá-se um aumneto da deformação (alongamento total) com uma diminuição da força e consequentemente acompanhadopor uma diminuição da secção transversal do provete até se obter a rotura. Este fenómeno designa-se por estricção e o alongamento da acção é o colo de estricção. Por fim, no ponto F, ocorre a rotura do provete. A extensão após a rotura é em geral superior a 20%. No ponto E atinge-se o máximo para a tensão de tração, ou seja, a tensão de rotura.
2.Objetivos
-Caracterizar o comportamentomecânico à tracção do aço;
-Obter a curva de tensão-deformação do material ensaiado.


3.Conceitos
Para a elaboração do ensaio foi necessário possuir conhecimentos de conceitos importantes como:
-Deformação: é definida como variação de uma dimensão qualquer deste corpo, por unidade da mesma dimensão, quando esse corpo é submetido a um esforço qualquer.
-Tensão: é definida genericamente como a...