Qrquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Um Turbilhão de Complexidades
A maioria das pessoas associa a cidade uma a aglomeração de pessoas e construções num mesmo espaço. É um complexo conjunto de relações que se estabelece entre esses elementos compondo o carrossel do nosso cotidiano.
Estudando a cidade, o urbanismo procura orientar as atividades e relações que nela se desenrolam, sejam as mais imediatas, como: a altura dosedifícios, as linhas de ônibus, a localização das escolas e hospitais ou os sistemas água e esgoto; sejam as mais complexas, como a solução mais adequada a determinadas comunidade que tem peculiaridades culturais e sociais, ou o questionamento da cidade como forma de organização da sociedade.

Cidade: Passado, Presente e Futuro
A definição clássica
A definição inicial da palavra urbanismo estádiretamente ligada ao contexto social e histórico da época em que foi criada (fins do século XIX e inicio do século XX). Para eles, o urbanismo é uma técnica de planejamento urbano que visa disciplinar o crescimento oriundo das migrações (urbanização), atender a crescente demanda por infra- estrutura, serviços e abastecimento e melhorar a qualidade de vida. Já a urbanização consistiria na concretizaçãodas mediadas apontadas pelo urbanismo.
Um novo conceito
Urbanismo é as relações entre o espaço da cidade e a sociedade que nela vive, ou seja, é o estudo das relações entre determinada sociedade (cultura, tradição, poder , historia,...) e o espaço que a abriga (ruas, construções, limitações geográficas,...), bem como das formas de sua organização e intervenção sobre elas com determinado objetivo.Urbanismo: Espaço e Sociedade
Espaços e sociedades: formas de relação
O que mudou não foi o espaço, mas a sua relação com a nova sociedade.
O urbanismo como instrumento imprescindível de analise e, principalmente, de atuação nas cidades só se desenvolve por meio das “formas” como se estabelecem as relações. Estas podem ser classificadas em: funcionais, sensitivas e imaginativas, que nuncaocorrem isoladamente, mas sempre em combinação. As funcionais se manifestam pelos usos que predominam no espaço: escritório de grandes empresas, bancos e intensa circulação de pedestres e automóveis. As relações sensitivas atingem a percepção sensorial imediata: aromas, cores e reflexos, texturas, sons, ruídos, frio e calor. E as imaginativas – consciente ou inconsciente associadas ao repertorioideológico- cultural, adquirem, neste exemplo, significados como progresso, riqueza, poder, opressão etc.
Por que as cidades são parecidas?
As sociedades tem estruturas diferentes e usam seus espaços de acordo com suas necessidades, em relações funcionais muito peculiares. Para os significados de cada espaço há um leque muito amplo de interpretações, de sociedade para sociedade, determinandorelações imaginativas nem sempre muito claras, o mesmo ocorrendo com as relações sensitivas.

O Urbanismo Moderno e a Civilização Industrial
O urbanismo adquire, ao longo da historia as mais diversas conotações, e sua evolução como ciência está intimamente ligada aos processos de transformação das civilizações. Numa visão mais geral, sobressaem três grandes períodos como característicasdeterminantes da sociedade: a civilização agrícola, a civilização industrial, a civilização da informação.
Três civilizações
A civilização agrícola caracteriza-se pela ligação direta do homem com a natureza e atividades predominantemente agrárias. A civilização industrial já é caracterizada pelo domínio da natureza pelo homem. E a civilização informacional estamos vivendo hoje a sua transição entre acivilização industrial e a informacional.
A cidade através dos tempos
Na civilização agrícola, a cidade abriga pequena parcela da população, cuja maior parte vive no campo. Já na cidade da civilização industrial abriga a maior parte da população e um grande número de novas atividades. E na emergente civilização informacional e mais precisamente no período de transição que atravessamos, as...
tracking img