Punçao venosa

RESUMO

A preservação da rede venosa faz-se indispensável na assistência de enfermagem, pois o uso constante dessa via, para aplicação dos mais variados medicamentos, soros, antibióticos, sangue eseus derivados e para a coleta destinada à realização de exames laboratoriais leva a problemas cada vez mais sérios de visualização e acesso ao vaso. É competência e responsabilidade do enfermeiro aadministração de medicação por via endovenosa, o que lhe confere autonomia profissional e exige conhecimento técnico-científico com relação aos cuidados com infusão venosa. Este trabalho foi realizadocom o objetivo de avaliar o tempo de troca das punções venosas em doentes adultos, identificando os agentes causais para a interrupção da terapia intravenosa. intercorrências que levaram àinterrupção da terapia intravenosa,evitando o surgimento de infiltrações e flebites que traduzem a necessidade de uma sistematização da assistência mais apurada visando à prevenção de tais ocorrências.Palavras-chave: Terapia intravenosa, assistência de enfermagem.

INTRODUÇÃO

A infusão de medicação endovenosa proporciona um acesso direto ao sistema circulatório para administração de fluidos e drogasa pacientes que não podem tolerar medicações orais ou que precisam da ação instantânea de drogas e finalização de administração de medicamento.(1)

As vantagens da infusão intravenosa sobre osacessos orais, intramusculares e subcutâneos são claras e se aplicam principalmente sobre as drogas que não podem ser absorvidas por outros acessos devido ao seu grande tamanho molecular ou por suadestruição pelos sucos gástricos; para as drogas com propriedades irritantes que podem causar trauma e dor, quando administradas por acessos subcutâneos ou intramusculares; para a necessidade de açãoinstantânea da droga em situações de emergência, na suspensão imediata da administração da droga frente a reações adversas ou de sensibilidade e no controle sobre a velocidade e a diluição em que as...