Puericultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2057 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Acompanhamento do Crescimento e do Desenvolvimento Infantil

CARTÃO DA CRIANÇA
Elaborado em 1984 pelo Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança (PAISC/MS) para o acompanhamento individual de crianças nas unidades de saúde e para o diagnóstico presumível de desnutrição energético-proteica. A mãe ou responsável deve ser muito bem orientada para compreender as informações contidas noCartão da Criança. O peso da criança e os marcos do desenvolvimento devem ser anotados neste Cartão, que fica com a mãe ou responsável.

Fundamentos de Importância para a Prática Clínica

O crescimento pós-natal
Evolução
 Elevada → até os 2 anos
 Declínio gradativo e pronunciado → até 5 anos  Constante (5 a 6 cm/ano) - a partir do 5º ano  Estirão da adolescência - 11 anos (meninas) e 13anos (meninos)

Fatores que influenciam o crescimento
 Potencial genético + condições de vida
 Fatores intrínsecos  genéticos, metabólicos e malformações, muitas vezes correlacionados, ou seja, podem ser geneticamente determinadas  > 5 anos  Fatores extrínsecos  alimentação, a saúde, a higiene, a habitação e os cuidados gerais com a criança  < 5 anos

Fatores de risco para ocrescimento:
          

Baixo peso ao nascer Baixa escolaridade materna Idades maternas extremas (35 anos) Gemelaridade Intervalo intergestacional curto (inferior a dois anos) Criança indesejada Desmame precoce Mortalidade em crianças menores de 5 anos na família Condições inadequadas de moradia Baixa renda Desestruturação familiar

Medidas Antropométricas
ESTATURA

PESO

Relaçãopeso/idade

Destravar a balança

Verificar se a balança está calibrada

Girar levemente o calibrador até que a agulha do braço e o fiel estejam nivelados

Quando calibrada, travar a balança.

Despir a criança com o auxílio da mãe.
Destravar a balança, mantendo a criança parada o máximo possível nessa posição

Colocar a criança sentada ou deitada no centro do prato, de modo a distribuiro peso igualmente;

Mover os cursores sobre a escala numérica: - primeiro o maior para os quilos

Depois o menor para os gramas

Até que a agulha do braço e o fiel estejam nivelados

travar a balança

realizar a leitura

fazer a anotação do peso na ficha do SISVAN/prontuário

retirar a criança e retornar os cursores ao zero na escala numérica;

marcar o peso no Cartão daCriança

Ganho ponderal nos dois primeiro anos de vida 1º trimestre 700 g/mês

2º trimestre
3º trimestre 4º trimestre 1º trimestre do 2º ano 2º trimestre do 2º ano

600 g/mês
500 g/mês 400 g/mês 200 g/mês 180 g/mês

Registro de Peso/Idade
Curvas de crescimento Peso/Idade MENINAS de 0 a 6 anos Traçado de Peso ou Curva da Criança

Sobrepeso FAIXA DE NORMALIDADE NUTRICIONAL situação de riscoou alerta nutricional

PESO MUITO BAIXO PARA A IDADE

Interpretação da curva de crescimento
a) Na primeira medição:  observar a posição do peso em relação aos pontos de corte superior e inferior

  



> P 97: P 97 e P 3: P 10 e P 3: P 3 e P 0,1: < P 0,1:

Sobrepeso; Faixa de normalidade nutricional; Risco nutricional; Peso Baixo; Peso Muito Baixo.

b) Nas medições seguintes: observar a posição e também o sentido do traçado da curva de crescimento da criança
Ver: Condutas recomendadas para algumas situações de crescimento da criança com até 6 anos de idade

Estatura
 È a medida fiel do crescimento da criança. A

desnutrição é retratada com a “medição da altura da criança, ou seja, uma lentidão no crescimento da criança pode indicar um inicio de desnutrição. Relação altura/idade
Ao nascer: 49 cm = meninas 50 cm = meninos

Cálculo do peso: P=nx2+8
N = idade em anos ( 2 a 12 anos)

Cálculo da altura: Altura = n x 5 + 80
N = idade em anos ( 2 a 12 anos)

Tempo de vida

Ganho Estatural

1º mês 2º e 3º mês 4º ao 9º mês
10º ao 18º mês 10º - 24º mês

4 cm 3 cm 2 cm
1 cm 0,7 cm/mês

Estimativa da estatura
Estimativa da...
tracking img