Publicidade e propaganda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6924 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História do Papel

A invenção da imprensa com caracteres móveis de metal (tipos), por volta do ano de 1450, multiplicou a demanda mundial de papel, que a partir de então substituiu definitivamente por esse material outros antigos suportes de escritura, como o pergaminho e o papiro.
Papel é o material obtido por laminação de uma massa pastosa de fibras vegetais de celulose. Utiliza-se paraescrever, desenhar, imprimir, embrulhar e limpar, entre outras numerosíssimas aplicações.
Histórico
O primeiro testemunho histórico da existência do papel situa sua invenção na China, por volta do ano de 105 da era cristã.
Durante o século VIII o uso do produto estendeu-se pela Ásia central e no século XIV foi introduzido pelos árabes no continente europeu, onde a partir de então se instalaramfábricas para sua produção em numerosas regiões. O surgimento da imprensa, que permitiu aumentar a produção de cópias de livros, acelerou o desenvolvimento das técnicas de fabricação de papel.
No século XIX, as diversas variedades de tecidos utilizadas como matéria-prima foram substituídas pela madeira e outras pastas vegetais. A primeira máquina de fabricação de papel foi construída na França nofinal do século XVIII.
Tipos de fibras
Além da madeira, outros materiais são empregados como matéria-prima na produção do papel: o próprio papel e o papelão, cujo aproveitamento depois do primeiro uso, num processo conhecido como reciclagem, se estendeu consideravelmente na segunda metade do século XX; outras substâncias de origem vegetal, como o esparto, o bambu e as plantas lináceas; e fibrassintéticas.
Madeira
A pasta de celulose extraída de troncos de árvores, base das fibras naturais, é a matéria-prima por excelência para a fabricação depapel.
Do ponto de vista das indústrias madeireiras e papeleiras, as espécies arbóreas dos bosques, extremamente variadas, classificam-se em duras e moles. Estas últimas costumam ser mais longas, o que lhes confere maior resistência à fratura,enquanto as madeiras duras proporcionam fibras com menos veios que as primeiras.
O rápido aumento no consumo de madeira para pasta de papel ocasionou uma alteração nos métodos de reflorestamento que afetou tanto a seleção das espécies -- com preferência pelas de crescimento rápido, como o pinho e o eucalipto -- como as formas de cultivo e os terrenos escolhidos.
Tecidos
Algodão e fibras de linho foramutilizados como elementos básicos na preparação do papel na antiguidade.
As características das fibras têxteis conferem ao papel alta durabilidade e dureza, além de excelente textura e vivacidade de cor. A finura e a pureza da fibra têxtil, superiores às da celulose, fazem com que o papel delas derivado seja apto para utilização em impressos oficiais, certificados, documentos legais etc. Outrostipos de papel obtidos com base na fibra têxtil são o carbono, o papel-bíblia -- muito fino, que costuma ser empregado em edições de luxo de grossos volumes-- e o papel de cigarro.
Papelão e papel usado
A crescente demanda de papel multiplica a possibilidade de utilização de papéis usados como fonte de papel virgem. As técnicas de reciclagem, tanto de papel usado como de papelão, evoluíram comrapidez depois da segunda guerra mundial.
São dois os principais sistemas de recuperação: um deles se aplica ao papel impresso e inclui o tratamento da tinta, e o outro para papel de embrulho e papelão, de maior rusticidade e porosidade e sem caracteres impressos.
Outras fibras naturais
As fibras de celulose constituem parte fundamental na composição da maioria das plantas. Algumas delas, porsua morfologia, podem ser utilizadas como matéria-prima na fabricação do papel.
O bagaço da cana-de-açúcar proporciona pastas com alta percentagem de fibras que são aproveitadas para a produção de diferentes tipos de papel usados na América e Ásia. O uso do esparto, que se tornou comum sobretudo na Espanha e no norte da África, declinou notavelmente em outros países europeus a partir de 1950....
tracking img