Publicidade e propaganda - brasal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1425 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso: Administração com Habilitação em Marketing
Turma: Administração - MKT VI
Disciplina: Publicidade e Propaganda
















BRASAL VEÍCULOS






















Taguatinga – DF
2009





Introdução




A história da Brasal se confunde com a história de Brasília, onde o então engenheiro recém-formado Osório Adriano Filho iniciousua vida profissional, trabalhando na construção dos primeiros edifícios da Capital.

Concessionária Autorizada Volkswagen fundada em 1963, quando o jovem engenheiro adquiriu uma locadora que possuía apenas três Volkswagen Fuscas. O que mais tarde lhe abriu as portas para o mercado automobilístico, abriu uma revendedora de veículos e que mais tarde se transformaria no GRUPO BRASAL em queconsistem em quatro ramos de negócios: revenda de veículos (novos e usados), comercialização de combustíveis, produção e distribuição de bebidas e incorporações imobiliárias.

Hoje em dia é umas das maiores revendedoras de veículos novos e usados da região centro-oeste e certificada pela Volkswagen com o ISO 9002 por possuir excelente padrão de atendimento na oficina de serviços e nacomercialização de peças.


































Resumo da situação de mercado



Dados do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos Autorizados do Distrito Federal (SINCODIV/DF) mostram que, em dezembro, 7.036 unidades foram comercializadas no DF contra 6.146 em novembro, um crescimento de 14,68%. No entanto, em comparação com omesmo mês de 2007, quando 9.117 veículos foram emplacados, houve queda de 22,83%.

Para Ricardo Lima, presidente do SINCODIV/DF, apesar da queda em relação a dezembro do ano passado, o setor mostrou uma ótima recuperação. “A redução do IPI permitiu que o setor voltasse a crescer. Sem a medida, talvez a queda fosse maior”, considera.
Lima considera que 2008 foi um bom ano para osconcessionários do DF. “Mesmo com todas as dificuldades por que passamos, ainda conseguimos fechar o ano com um aumento nas vendas expressivo. Crescemos acima da média de mercado”, completa.

De janeiro a dezembro, 94.773 unidades foram vendidas, contra 87.334 no mesmo período de 2007, o que representou um acréscimo nos emplacamentos de 8,52%. O resultado foi o melhor dos últimos cinco anos para osetor automotivo do DF. Em 2006, 66.748 unidades foram comercializadas; em 2005, 51.660; em 2004, 46.742; e em 2003, 40.807.
O presidente do SINCODIV/DF afirma que a recuperação no final de 2008, principalmente na segunda quinzena de dezembro, trouxe otimismo e fortaleceu o setor automotivo, que percebe, neste início de ano, um aumento ainda maior da demanda por veículos zero quilômetro.“Aproveitaremos o benefício da redução do IPI durante todo o mês de janeiro, o que deve trazer um incremento ainda maior nas vendas”, acredita.

Entre as oito marcas mais vendidas no DF em dezembro de 2008, a Fiat fecha o ano em primeiro lugar no ranking, com 1.678 unidades emplacadas, contra 1.354, em novembro, o que representa um aumento de 23,9%. A Volkswagen vem logo em seguida. Ao todo, amontadora vendeu 1.449 veículos em dezembro. Em relação ao mês anterior, quando 1.593 carros foram comercializados, houve queda de 9,03%. A GM permanece na terceira colocação, com 1.101 veículos emplacados, contra 1.046, uma alta de 5,3%. Com 629 unidades comercializadas, a Ford cresceu 23,6% no período. Em novembro, a marca vendeu 509 veículos. A Renault também conquistou um bom resultado em dezembro.Foram 371 unidades vendidas, contra 263 em novembro, ou seja, um incremento de 41,06%. A Toyota garantiu a sexta colocação, com 358 unidades. A venda obtida no último mês do ano rendeu à montadora um crescimento de 72,9% no DF. Em novembro, 207 carros foram comercializados. A Honda e a Citröen finalizam o ranking com 295 unidades e 219 unidades, respectivamente. A primeira não conseguiu...
tracking img