Psicopatas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE CAMBURY

PSICOPATIA:
TRANSTORNO DE PERSONALIDADE ANTI-SOCIAL

GOIÂNIA, 2013

PSICOPATIA:
TRANSTORNO DE PERSONALIDADE ANTI-SOCIAL

Trabalho sobre “transtorno de personalidade anti-social” apresentado para a disciplina de Psicologia, solicitado pela professora Márcia Marques para avaliação do 1º semestre de Direito da faculdade Cambury.

GOIÂNIA, 2013SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.......................................................................................................4
1. CONCEITO........................................................................................................4
2. CARACTERÍSTICAS.........................................................................................5
3. CARACTERÍSTICAS E TRANSTORNOSASSOCIADOS ...............................6
4. CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS A CULTURA, IDADE E GÊNERO .........7
5. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL.........................................................................7
6. CASOS..............................................................................................................8
7.CONCLUSÃO..................................................................................................10
8. BIBLIOGRAFIA................................................................................................11

INTRODUÇÃO
A sociedade tem padrões e regras que nós seres humanos devemos seguir. Estas regras nos dizem como agir no meio em que vivemos procurando harmonizar e organizar a vida junto a nossos semelhantes.
Porém, àmargem da sociedade existe uma minoria que se recusa a seguir esses padrões e regras acima referidos. Este grupo de indivíduos é caracterizado pela ausência de sentimentos, como o amor, a compaixão, empatia e até de culpa. São pessoas cruéis e frias que agem seguindo impulsos que não conseguem controlar. Esses indivíduos tem o chamado “Transtorno de personalidade anti-social”. São os Psicopatas.È essencial que saibamos quais as causas da psicopatia, qual o comportamento desses indivíduos para que possamos reconhecê-los e sabermos lidar com esse tipo de transtorno.

1. Conceito.
De origem grega, Psyché (alma); Path (sofrimento) a psicopatia indica o doente da alma ou enfermo mental. Alguns acham mais adequado o termo sociopatia, pois o indivíduo com esse transtorno está sempreatualizado com a realidade, mas seu superego , aquele sensor que todos temos em nossa mente , está ausente, e isso o priva de qualquer culpa.
Psicopatas são pessoas cujo tipo de conduta chama fortemente a atenção e que não se podem qualificar de loucos nem de débeis; elas estão num campo intermediário. São indivíduos que se separam do grosso da população em termos de comportamento, conduta moral eética.
A definição de psicopata trazida pela primeira vez no DSM (Diagnostic and Statistical Manual of mental Disorders), da Associação Americana de Psiquiatria explicou:
“A expressão (psicopata) é reservada basicamente para indivíduos que estão sem socializar, e cujos padrões de conduta lhes levam a contínuos conflitos com a sociedade. São incapazes de uma lealdade relevante com indivíduos, grupose valores sociais. São extremamente egoístas, insensíveis, irresponsáveis, impulsivos e incapazes de se sentirem culpados e de aprender algo com a experiência do castigo. Seu nível de tolerância de frustrações é baixo. Inclinam-se a culpabilizar os outros ou a justificar de modo plausível sua própria conduta.”

2. Características.
A característica essencial de um indivíduo com Transtorno dePersonalidade Anti-Social (DSM.IV) é a falta de empatia, empatia define-se como “Capacidade de compreender o sentimento ou reação da outra pessoa imaginando-se nas mesmas circunstâncias.” Ou seja, a capacidade de compreender emocionalmente outra pessoa.
Esse transtorno se inicia na infância ou adolescência e continua na idade adulta. Porém na adolescência ou infância esse transtorno é...
tracking img