Psicologias e psicologias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (401 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A teoria da ciência que Popper (1965) desenvolveu explica por que isso acontece. Em
primeiro lugar, ele demonstrou que as verificações experimentais de uma teoria não são confirmações
de suaverdade. Seu famoso exemplo é o do cisne branco. Se, baseados em exaustivas observações
de cisnes, sempre brancos, concluímos que ‘todos os cisnes são brancos’, podemos, evidentemente,
considerar cadanovo cisne branco que encontramos como uma confirmação da verdade do
universal. Podemos, inclusive, passar a vida acreditando nisso e encontrando confirmações a cada
novo cisne branco. Mas isso nãogarante que a teoria seja verdadeira. E, o pior, bastará uma única
experiência, um único cisne preto que apareça em nosso campo visual, para que a teoria inteira se
revele falsa. Por esta razão Poppervai situar, na refutação, e não na confirmação, o teste da demarcação.
Ou seja: só posso decidir se uma teoria é falsa, nunca se ela é verdadeira. Moral da história:
confirmações das teorias, éfácil encontrá-las. Sempre é possível encontrar observações ou planejar
experimentos que confirmem uma teoria. O problema é que essas observações e experimentos não
garantem a veracidade dela.
Que issotenha colocado sérias objeções aos “métodos científicos tradicionais”, àquela
idéia comum de ciência que se tinha no Século XIX, que via na atividade científica um processo
exclusivamente indutivo,abre toda uma excitante discussão no âmbito da epistemologia das ciências,
mas não é o caso de tratar disso neste texto. O fato é que essas discussões são muito enfadonhas,
conduzem mais a perguntasdo que a respostas, nos obrigam a colocar em dúvida coisas que sempre
tivemos como verdadeiras, nos arrancam da paz dos caminhos conhecidos para a angústia dos
caminhos tortuosos e obscuros. E, oque é mais importante, no que essas discussões servem para a
prática? Afinal – dizem os alunos – não viemos aqui discutir teorias, viemos aprender técnicas,
aprender a fazer, não aprender a...
tracking img