Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1333 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A FAMÍLIA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE GÊNERO

• Na maior parte do século XX - sexualidade humana ignorada como uma questão de reflexão e pesquisa social.

• A Delegação do estudo sobre a sexualidade, até então era destinada à Medicina

• As conseqüências deste predomínio foram:

marginalização da sexualidade;

submissão à racionalidade médica

• As Razões para aexplosão de estudos sobre a sexualidade nas Ciências Sociais foram

( final do século XX):

- crescimento dos movimentos feministas

- busca de novas compreensões para as transformações do mundo pós-moderno

• Sobre o Movimento Feminista podemos dizer que :

- Foi uma Importante contribuição para a discussão sobre a questão dos gêneros , especialmente , a desigualdade entre eles.- Em 1960, este Movimento centrava suas lutas e reivindicações na “ mulher” (branca, burguesa) pela igualdade de direitos

- A partir da metade da década de 1970 – o estudo passou para “mulheres” – na tentativa de dar conta de diferentes situações culturais e sociais e responder as questões de opressões de raça e classe social.

- Marca que as diferenças entre homens e mulheresnão são apenas de ordem física, biológica.

- SEXO ≠ GÊNERO

- Como não existe natureza humana fora da cultura, a diferença sexual anatômica não pode mais ser pensada isolada da cultura na qual sempre está imersa.

• Através de um enfoque numa perspectiva ecológica podemos afirmar que :

- as condutas e os valores são influenciados ,diretamente ou não, por aspectos dosdiversos contextos onde estão incluídas as pessoas, suas famílias e suas comunidades.

- Os processos de desenvolvimento humano englobam a interação entre os fatores biológicos e as influências socioculturais que determinam as diferenças entre os sexos

- Mais apropriado falar em MASCULINIDADES E FEMINILIDADES

MASCULINIDADE

• Formas predominantes de masculinidade contemporânea –- Poder

- Exercício do controle

- Auto-aprovação

- Aprovação dos outros homens

- Esforço para se definirem como diferentes de suas mães

- Na masculinidade , os papéis de gênero são interiorizados.

- Os Homens aprendem a desprender-se de qualidades identificadas , em geral, como femininas : passividade, dependência, sensibilidade... O desejo e acapacidade de cuidar desaparecem durante a sua socialização.

- O Modelo é ter poder, autonomia, força, racionalidade e repressão das emoções.

-

- Na masculinidade podemos observar algumas formas de aprendizado:

1- pelos meios de comunicação – invulneráveis, insensíveis e emocionalmente fechados

2- pelo grupo de amigos ou iguais

3- por reação

• Em nossa cultura ,percebemos, com freqüência, homens em vantagem de oportunidades:

-Maiores salários para os mesmos cargos desempenhados por mulheres;

-Têm liberdade sexual sem serem rotulados

-Quando resolvem trabalhar em áreas rotuladas de femininas, têm maior ascensão: chefes de cozinha, costureiros de renome , cabeleireiros famosos

• As organizações são machistas em suas expressões :

-Ordemdos Advogados do Brasil

-Na carteira de identidade profissional de Psicologia temos : assinatura do psicólogo

- Quanto ao feminino vamos notar no final da década de 80, a primazia dos estudos de gênero sobre os estudos de mulheres. Primeiramente , em oposição a sexo – questionar “biologia é o destino”. Posteriormente como uma categoria múltipla e relacional

-

•-

- O que é ser mulher numa sociedade machista onde há o predomínio de construções patriarcais , mantidas pelos homens e pelas próprias mulheres ?

- Vários exemplos de comportamentos machistas perpetrados por mulheres:

- Vá lavar a louça do seu irmão porque ele está ocupado

- Arrume a casa porque seu irmão vem com a namorada

- Quando você chegar em casa do trabalho, não...
tracking img