Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2339 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


Vinte e quatro horas por dia estímulos externos bombardeiam nosso corpo e o mundo exterior é formulado em nossas cabeças, sendo necessário detectar a energia física do ambiente e codificá-las como sinais nervosos, chamados de sensação; que devemos selecionar, organizar e interpretar, realizando um processo chamado percepção (MYERS, 2006).
A atividade cerebral quesustenta nossa percepção combina o Input sensorial com nossas crenças e expectativas, sendo que a pessoa que observa uma figura só verá o que ela espera ver ou o que ela conhece ou faz sentido em sua vida. Não é possível enxergar todos os elementos da figura simultaneamente, pois, uma percepção desaparece enquanto outra surge e nesse processo vários detalhes da figura podem passar despercebidos,enquanto outros podem ter papel central na percepção da pessoa que observa. Para Myers (2006) isso se dá por causa da atenção seletiva, o que significa que a qualquer momento nós focalizamos nossa consciência em apenas um aspecto limitado da totalidade de nossa experiência.
Pela experiência nós formamos conceitos, ou esquemas, que organizam e interpretam informações desconhecidas, por isso, aoobservar uma figura, nós tentamos sempre relacionar com o que já nos é conhecidos, e o desconhecido pode, muitas vezes, passar despercebido ou não fazer sentido para quem observa.
O trabalho visa apresentar a sensação e a percepção no ponto de vista científico onde será abordado como ocorre o funcionamento de cada sistema, tanto no meio externo como no meio interno.2. OBJETIVO



O trabalho objetiva apresentar a relação entre a figura de Gestalt observada por uma voluntária e a sensação e a percepção, sob o ponto de vista científico, onde será abordado como ocorre o funcionamento básico de alguns sistemas, tanto no meio externo como no meio interno a partir da articulação dos resultados obtidos da observação da figura com o texto de Myers (2006).3. PROCEDIMENTO E MATERIAL



Foi realizado em sala de aula, onde um indivíduo analisou uma figura da Gestalt por um período de cinco minutos e relatou o que estava vendo na imagem. O tempo de observação foi rigorosamente marcado e houve, além da simples observação da figura, o auxílio e a aplicação de uma pergunta que visava o questionamento sobre a percepção do indivíduo. A perguntafoi a seguinte: "O que influenciou sua percepção?".





















4. DESENVOLVIMENTO

Nas experiências cotidianas sensação e percepção combinam - se em um processo contínuo (MYERS, 2006). O processo de captação do mundo exterior se dá pelos receptores sensoriais, sendo a análise sensorial relativa ao nível de entrada como processamento do tipo inferior ouascendente (bottom-up), um processamento de baixo para cima, sensações que sobem para o cérebro. As percepções são construídas utilizando tanto as sensações provenientes do processamento bottom-up que chega ao cérebro quanto nossas experiências e expectativas, que são denominados processamento do tipo superior ou descendente (top-down). As falhas podem ocorrer em qualquer nível entre a detecção sensoriale a interpretação perceptiva (MYERS, 2006).
Segundo Myers (2006) nós existimos em um oceano de energia e somos bombardeados por raios X e por ondas de rádio, por luzes infravermelhas e ultravioletas e também por ondas sonoras de baixa e alta frequência, mas para isso tudo somos cegos e surdos. Nossos sentidos estão abertos apenas por uma pequena fenda, o que permite que tenhamos consciência deapenas uma área restrita de todas essas energias. Os teóricos de detecção de sinais procuram compreender porque as pessoas reagem de maneiras diferentes aos mesmos estímulos, e porque as reações da mesma pessoa variam dependendo das circunstâncias (MYERS, 2006).
Para Myers (2006) a visão e a audição são os dois principais sentidos, onde o cérebro concede prioridade na distribuição do tecido...
tracking img