psicologia

Páginas: 11 (2627 palavras) Publicado: 19 de setembro de 2014
Capítulo primeiro: Surgimento e consequências
A palavra sociologia, só aparece por volta de 1830 , mas são os acontecimentos
desencadeadores pela dupla revolução que, a preciptam e, a tornam possível que,
são a revolução industrial (1780) na Inglaterra e a revolução francesa (1789-1799).
Em uma época de grande desigualdade em toda europa , com o sistema da
monárquia, e feudalismo, em quereis e príncipes regiam as leis, vigiados por perto
pelo cléro, grupo religioso impiedoso que , usava de uma má interpretação da bíblia
sagrada , para explicar atos simples como um roubo ou, uma pessoa com diferentes
crenças , como um ato satânico ou de bruxaria. O século XVIII constitui um marco
importante para a sociologia, onde as transformações econômicas como o acúmulo
de capital, políticascomo a caída do sistema da monárquia, e culturais, onde
cientístas começam a questionar os dogmas, que se aceleram a partir dessa época
colocaram problemas inéditos para os homens que experimentavam mudanças que
ocorriam no ocidente europeu. Podemos entender a sociologia como uma das
manifestações do pensamento moderno, pensamento que começa a aparecer no
surgimento da sociedade capitalistaque , cada vez mais utilizavam o uso de
máquinas de produção para a fabricação de tecidos por exemplo, destruindo o
artesão independente que precisava da obra prima dos senhores feudais, possuia
um pequeno pedaço de terra, para cultivar nos seus tempos livres, a demanda cai
cada vez mais até, que esses artesãos são obrigados a deixar suas casas e seguir
para uma cidade industrial. Como naInglaterra , num período de oitenta anos, ou
seja , entre 1780 e 1860, a Inglaterra havia mudado de forma marcante a sua
fisionomia . País com pequenas cidades, com uma população rural dispersa, passou
a comportar enormes cidades, nas quais sustentavam suas nascentes indústriais,
que espalhavam produtos para o mundo inteiro. Tais modificações não poderiam
deixar de produzir novas realidades parao homem dessa época. A formação de uma
sociedade que se industrializava e urbanizava em rítimo crescente implicava a
reordenação da sociedade rural, a destruição da servidão, o desmantelamento da
família patricial etc. A transformação da atividade artesanal em manufatureira e, por
último em atividade fabril, desencadeou uma maciça emigração do campo para a
cidade, assim engajou mulheres ecrianças em jornadas de trabalho de pelo menos
12 horas, sem férias e feriados, ganhando um salário de subsistência. Em alguns
setores da indústria inglesa, mais da metade dos trabalhadores era constituída por
mulheres e crianças, que ganhavam salários inferiores dos homens. A situação nas
fábricas eram precárias , com falta de segurança, equipamentos básicos de proteção
como capacetes e botaseram esquecidos por líderes , deixando os funcionários
expostos ao risco de saúde e de vida. Os funcionários simplesmente viviam para
trabalhar, praticamente escravos do sistema. Mas não era só nas fábricas, o
problema estava em toda a cidade, com falta de saneamento, isso desencadeou
uma série de epidemias como tifo e colera prejudicando crianças e toda uma
população. A mortalidade infantilaumenta muito, também a prostituição, alcoolismo ,
suicídio , criminalidade.
5

Em meio de toda essa anarquia, começam as manifestações dos trabalhadorer ,
atravessaram diversas fases como destruição de máquinas, sabotagem de fábricas
e, explosões de algumas oficinas, roubos e crimes. Evoluindo para a criação de
associações livres, formação de sindicatos etc. A consequência de toda essaorganização foi a de que os " pobres" param de se confrontar com os " ricos "; mas
uma classe específica surgia, a dos operários com consciência de seus direitos e
interesses, começava a fazer passeatas e protestos para enfrentar os proprietários
dos instrumentos de trabalho. Eles iam produzindo seus próprios jornais, literatura
fazendo críticas da sociedade capitalista e inclinando - se ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS
  • A psicologia ou as psicologias
  • Psicologia ou psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!