Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3219 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
"BBB13": Dhomini conta que arrancou todos os dentes de um cachorroANÁLISE DO FILME UM MÉTODO PERIGOSO
| Marcadores: Psicanálise e cia.


Carl Jung, Sabina Spielrein e Sigmund Freud
Será que a gente conhece para amar ou ama para conhecer?
Não sei.
Você sabe?

Mas o que sei - é que no “meu caso” com Freud e Jung fico com a segunda hipótese. Meu amor por Freud e por Jung- penso quejá existia, mesmo antes de conhecê-los.

Amar é uma escolha e eu aprendi (errando muito) - a amar um ser humano e não um deus. Quando um ser humano é visto e amado como é - na sua condição humana -ele não se torna demônio.E nem anjo.Sabe como se faz isso?A gente ama com o que temos de mais profano: nossa luta diária entre equilíbrio e o caos; nossa racionalidade e nossos desejos; nossa poesiaou o pragmatismo.Amamos com  nossas contradições e  nossas tensões.

A gente aprende a amar humanamente e sem expectativas.

Tenho percebido que desta forma fico mais feliz com o amor.

Tudo o que pontuei acima é para registrar que na minha resenha sobre o filme- Um método Perigoso não vou apontar meu dedo em riste e fazer juízo de valor- nem de Freud, tampouco de Jung, e também você não vailer sobre divergências entre a Psicanálise e a Psicologia Analítica Junguiana- isso muitas outras análises desse filme já fizeram.

Meu texto vai se limitar a refletir no que ambos convergem:


O INCONSCIENTE

Se você me permitir - vou refletir com você as confluências das duas abordagens.
Ambas têm como constructo epistemológico que somos muito mais do que somos ou estamos - e que nãoestamos apenas emoldurados pelo que não sabemos de nós, estamos penetrados e a mercê do que ignoramos a nosso respeito.

Na cena em que Jung ( (Michael Fassbender) e Freud (Viggo Mortensen) estavam de frente para a Estátua da liberdade, já no porto de Nova York- Freud falou para Jung:

- “Eles (Os americanos) não sabem que viemos trazer a peste”.
Sabe por que o termo “Peste”?

Porque aPsicanálise começou seu trabalho sobre o que é mais estranho ao Ego- que é o sintoma. Peste porque numa época (era século XIX) em que o positivismo tinha como ponto de partida a lógica humana e o ser humano como senhor da razão, surge Freud dizendo justamente o contrário, que somos dominados pelas nossas paixões, e que:

-“Não somos donos de nossa própria casa", porque segundo Freud é o nossoinconsciente que é o nosso dono. É no nosso inconsciente que “moram” as pulsões, os nossos desejos que ardem como um caldeirão fervente e soltam as lavas incandescentes das nossas insanidades. Com isso Freud queria dizer que o sujeito que fala, não é senhor do que diz. Há um “Outro”- que fala em nós.

Por isto Freud escandalizou, porque a psicanálise busca as razões do nosso sofrimento não em causasexternas (como é mais cômodo), mas sim dentro de nós.

Ninguém quer se saber culpado e pagar o preço pelas escolhas. Por isto choca.

Freud chocou, porque naquela época, o papel do investigador cientista era de apenas exprimir a realidade. Freud foi diferente - já clinicava querendo a cura, não a adaptação do homem a sociedade. Freud foi um cientista determinado - já a partir de então queriadissecar a alma humana. Freud queria que as pessoas entendessem seus sintomas – e não os reprimissem- e a partir de então ressignificassem suas histórias, transformando suas vidas.

Não foi- e é o que a psicologia analítica de Carl Gustav Jung também objetiva?
Quando um paciente procura um analista, um psicanalista não é a cura que ele quer?

Agora vamos contextualizar o sentido- o significado dapalavra cura.

Se eu perguntar para você o que pode ser curado, o que você me responderia?

Sugiro que pare de ler e pense um pouquinho.

Pensou?

Pois bem, penso que as respostas mais comuns seriam: doenças e ferimentos, certo?

Agora perceba:

Quando curamos o queijo, o que fazemos?

E quando curamos o couro?

Em ambos, a cura é um processo de amadurecimento, deixamos – tanto o...
tracking img