Psicologia: teoria e pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12643 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia: Teoria e Pesquisa 2008, Vol. 24 n. 3, pp. 375-385

Do Mecanicismo ao Selecionismo: Uma Breve Contextualização da Transição do Behaviorismo Radical1
Robson Nascmento da Cruz2 Eduardo Neves Pedrosa de Cllo Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
RESUMO – O behavorsmo radcal, como filosofia da cênca do comportamento formulada por B. F. Sknner, tem sdo desde suacração alvo de númeras crítcas e tentatvas de rotulação. Dentre as prncpas crítcas está a noção amplamente dvulgada de que o behavorsmo radcal e sua cênca, análse expermental do comportamento, adotam uma postura emnentemente mecancsta. Para tentar demonstrar o equívoco deste tpo de afirmação, este ensao busca uma possível nterpretação e contextualzação do desenvolvmento dobehavorsmo radcal, no qual se destaca, prncpalmente, a necessdade de observar que apesar de Sknner ter ncado seus estudos de pscologa dentro de uma tradção mecancsta, ele cedo adota uma posção que tem como função crtcar e afastar-se deste tpo de pensamento. Palavras-chave: behavorsmo radcal; mecancsmo; seleconsmo.

From Mechanicism to Selectionism: A brief contextualizationof the Radical Behaviorism Transition
ABSTRACT – The radcal behavorsm, as a phlosophy of the behavor scence formulated by B. F. Sknner, has been a target for endless crtcsms and attempts of labelng, snce ts creaton. Among the man crtcsms s the wdely spread dea that the radcal behavorsm and ts scence, the behavor expermental analyss, adopted an emnently mechancstposture. Tryng to show the msconcepton of ths statement, ths essay presents a possble nterpretaton and contextualzaton of the radcal behavorsm development, where t s manly hghlghted, the need to observe that, although Sknner has started hs psychology studes wthn a mechancst tradton, he soon adopts a poston of crtczng ths type of thought, besdes presentng as n hsscence as n hs phlosophy, a dstance each tme greater of the mechancsm, and an every tme more coherent approach of a selectonst pont of vew. Key words: radcal behavorsm; mechancsm; selectonsm.

A hstóra do behavorsmo radcal é marcada por polêmcas, ncompreensões e contradções apresentadas tanto por seus crítcos, quanto por seus adeptos. Entre as possíves explcaçõespara tantos mal-entenddos, podemos ctar a dficuldade de contextualzar o sstema explcatvo sknnerano de acordo com seu desenvolvmento hstórco, metodológco e concetual. Desenvolvmento esse que se deu de forma constante entre os anos de 1931 e 1990. Como conseqüênca desta stuação, observamos caracterzações (quase carcaturas) do behavorsmo radcal que não levam em consderação asmudanças drástcas, mas que foram construídas de forma gradual, que esse sstema sofreu no curso de seu desenvolvmento. Uma dessas prncpas ncompreensões está provavelmente vnculada à déa amplamente dvulgada por não-behavorstas de que esta abordagem é convente com uma vsão me1 O autor agradece as crítcas e sugestões realzadas por Carolna Laurent da Unversdade Federal de SãoCarlos e pelos parecerstas anônmos da presente revsta. Trabalho apresentado junto ao Departamento de Pscologa da Pontfíca Unversdade Católca de Mnas Geras – Campus São Gabrel, como monografia para conclusão de curso de graduação em Pscologa sob a orentação do segundo autor. Endereço: Rua Agenor Alves, 68, Barro Nazaré, Belo Horzonte, MG, Brasl 31990-040. E-mail:robsoncruz78@yahoo.com.br

cancsta de cênca e homem. Assm, alguns aspectos como certeza absoluta, relações de necessdade e determnsmo rígdo são ctados por mutos crítcos como partes consttuntes dos fundamentos dessa filosofia e de sua cênca, a análse expermental do comportamento. Neste sentdo, a função deste trabalho é apresentar alguns argumentos capazes de mostrar que, apesar de Sknner ter...
tracking img