Psicologia: stress ocupacional, qualidade de vida no trabalho e comunicação organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2543 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Vale do Itajai
Acadêmica: Sabrina Peters







Psicologia:Stress Ocupacional,Qualidade de Vida no Trabalho e Comunicação Organizacional

























Balneário Camboriú, 15 de Maio de 2012.



1.Introdução


Nestas ultimas décadas tem sido grande o esforço gerado pelas organizações para sobreviver, e como consequência odesgaste e sacrifício do trabalhador moderno.
A nossa sociedade vem passando por varias transformações de cunho tecnológico, cientifico, político, econômico, cultural e social.
Esse cenário pressionou empresas a se reestruturarem e se modernizarem afim de competir no mercado, desta forma começaram a introduzir novos modelos de gestão como a reengenharia, qualidade total, terceirização, redução dosníveis hierárquicos e aumentando a preocupação e atenção com as questões de qualidade de vida no trabalho e o stress ocupacional envolvendo também a comunicação da organização como um todo.
Importante conhecermos através da psicologia este contexto da vida organizacional, bem como analisar os motivos do stress ocupacional, estudar elementos que proporcionam qualidade de vida no trabalho e aimportância da comunicação no ambiente organizacional.
O atual ambiente organizacional caracteriza-se por turbulências, mudanças em velocidade sem precedentes.Essas mudanças acabam gerando conflitos advindo destas transformações, criando necessidade, por parte das organizações, de respeito pelos valores sociais, da responsabilidade social, do desenvolvimento integrado social e humano.
Devido a estaspressões do mercado e cenário competitivo onde as empresas estão inseridas, os colaboradores de uma empresa precisam estar mais preparados emocionalmente e psicologicamente para suportar tais pressões, evitando doenças relacionadas a stress.Estas queixas sinalizam pressões externas que precisam ser compreendidas e gerenciadas para se atingir bem-estar e equilíbrio emocional no trabalho.
Vivermos em umasociedade complexa se torna uma tarefa bastante difícil e árdua, é possível dizer que o nosso viver só é possível em convivência, pois de forma isolada o ser humano não existe.
O trabalho e sociedade submetem as pessoas ao convívio, estando destinados a uma constante interação com os outros, a concordar ou discordar de alguém, o que sem duvidas gera conflitos, tensões e stress.
E a partirdestes desafios que vamos poder melhor compreender o que é ter saúde durante o trabalho, no dia a dia das empresas.












2.Psicologia

A psicologia pode ter um sentido bem pouco definido para muitas pessoas, pode sugerir muitas coisas para uma mesma pessoa e também coisas diferentes para pessoas diferentes.
Segundo Ugo Nicoletto(1995,p.11), “a psicologia é uma ciência, vem sedesenvolvendo, estabelecendo diretrizes validas, apesar de tamanha complexidade e diversidade sobre a conduta humana, e apesar também, da controvérsia sobre a “vontade própria” do homem”,
Sócrates e Platão, os dois grandes filósofos gregos, através de seus ensinamentos, fizeram com que despertasse o interesse pela natureza do homem, o que trouxe ao centro do questionamento filosófico da épocainúmeras questões psicológicas.
De acordo com origem grega da palavra, psicologia significa o estudo ou discurso acerca da alma ou espírito(psique), apesar disso a maioria dos psicólogos concordam em chamar a psicologia de “ciência do comportamento”.
É também definido pelo autor:
A psicologia aplicada ao trabalho é o nome genérico que se dá a um conjunto de subcampos, onde, através da aplicação dedados da psicolgia, os instrumentos de trabalho que o homem utiliza podem ser melhor planejados, o trabalhador pode ser mais apropriadamente selecionado e o ambiente de trabalho adequado as características do ser humano.Com isto se objetiva um melhor entendimento das necessidades do homem e uma maior rendimento do seu trabalho.(Ugo Nicolleto, 1995)


Para Maria de Lourdes Teixeira(1999)...
tracking img