Psicologia social ii

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2437 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia Social II – Conteúdo do Caderno

Texto: O que é Psicologia Comunitária - Eduardo Mourão Vasconcelos

Capítulo I - “A conquista do direito de ser feliz e saudável”
Conforme Vasconcelos a partir das duas últimas décadas do século passado as bandeiras defendidas pelos movimentos populares organizados de nossa sociedade vem sendo redefinidas no sentido de reivindicações específicas(anteriormente definidas como possuindo um caráter individual). Do cotidiano de cada movimento popular, embora nunca deixando de lado as questões políticas de maior amplitude (luta contra a fome; reforma agrária; maior distribuição de renda; etc.).
Portanto, na segunda metade do século XX é levantada uma nova bandeira; ou seja, o direito a saúde mental. Dessa forma as grandes lutas sociais epolíticas começam a incorporar um aspecto relativo ao direito de ser feliz e saudável, não apenas para uma minoria social, mas sim para todos os integrantes da sociedade. Direito este que significa também ter acesso aos serviços que permitam trabalhar as contradições, as repressões, e violências que fomos introjetando desde crianças, e que nos aparecem através da angústia, do medo, da dificuldade de amare de se relacionar com o mundo; com os outros.
Neste capítulo o autor procura definir a Psicologia Comunitária como sendo uma das tentativas de responder às preocupações atuais, de se colocar a saúde mental em uma perspectiva preventiva e inerente a vida social. E ao mesmo tempo ela objetiva atuar também sobre as contradições internalizadas nas pessoas (curativa e reabilitação).

Conclusão doCapítulo I
Vasconcelos aponta:
Saúde mental “Ser feliz e ser saudável” Cidadania
Concepção de Cidadania: Historicamente incorpora a visão de novos temas e direitos (emancipação do homem). Os temas emergem a partir de uma exigência decorrente das condições de vida; das lutas, desejos e utopias das pessoas e dos grupos em cada época histórica. Inicialmente, atravésde intelectuais, de lideranças e de movimentos sócias específicos. Gradualmente vai ganhando adeptos em direção às grandes parcelas da população.

Capítulo II – “A crise da Psicologia”
- Aspectos gerais da crise da Psicologia:
• Reforma Universitária de 1968;
• A crise econômica;
• Crise do modelo liberal de atuação profissional.

Reforma Universitária de 1968: (a partir daí ocorre aproliferação de cursos sem o devido planejamento de mercado de trabalho).
Crise Econômica: Segundo Vasconcelos, neste caso a Psicoterapia é um dos primeiros itens a ser cortados do orçamento familiar. Crise do modelo liberal de atuação profissional (o psicólogo ainda é visto como sendo um profissional liberal diante de um mundo globalizado).
Conforme Vasconcelos, verificamos então que a questão dapromoção da saúde mental em nossa sociedade ainda hoje na maior parte das vezes somente é assumida em apenas duas situações.
1- Como questão individual, para aqueles que podem pagar por serviços especializados;
2- E quando o transtorno mental chega ao ponto de impossibilitar que o indivíduo continue a produzir ou quando ele começa a criar dificuldades, riscos, para o meio social; justificando aintervenção da psiquiatria nos prontos socorros psiquiátricos e através da internação em hospital psiquiátrico.

Vasconcelos se questiona: “Que fatores específicos podemos identificar para que essa situação se mantenha?”

- Fatores específicos de manutenção da crise da Psicologia:
→ Interesses econômicos:
• Indústria farmacêutica;
• Proprietários de hospitais psiquiátricos privados.
→ Atradição histórica do Brasil do autoritarismo, que tende a se reproduzir em todas as instituições sociais.
→ A tradição machista da nossa sociedade que leva a Psicologia a ser considerada essencialmente feminina, porque acentua a sensibilidade, a afetividade, valores desconsiderados pelo machismo dominante.
→ Outra tradição acadêmica e prática da Psicologia Comunitária.
→ Isolamento dos...
tracking img