Psicologia moderna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ntender o que é a psicologia assemelha-se a mergulhar a fundo na intensidade ser humano.
Trata-se de um caso intrigante por se caracterizar simultaneamente como ciência e como profissão. Atualmenteesta área de atuação passa por uma ampla expansão no mercado de trabalho em decorrência deste profissional poder escolher, em seu leque de possibilidades, áreas diversas que envolvam o ser humano esuas peculiaridades.
Uma temática abarcada na área envolve a cognominada psicologia do senso comum a qual pode elucidar pontos de vista convenientes e que pode ser encontrada em Bock, Furtado eTeixeira (1996, p. 15):
“Usamos o termo psicologia, no nosso cotidiano, com vários sentidos. Por exemplo, quando falamos do poder de persuasão do vendedor, dizemos que ele usa de “psicologia” paravender seu produto; quando nos referimos à jovem estudante que usa seu poder de sedução para atrair o rapaz, falamos que ela usa de “psicologia”; e que quando procuramos aquele amigo, que está sempredisposto a ouvir nossos problemas, dizemos que ele tem “psicologia” para entender as pessoas”
Assim, esta psicologia refere-se a um conhecimento coloquial das pessoas (senso comum) e não ao conhecimentocientífico da psicologia em si. Logo, o objetivo deste texto é realizar uma explanação superficial sobre alguns dos principais temas dentro da psicologia científica (ciência e prática profissional).O objeto de estudo
Um mote primário de demasiada importância desta disciplina refere-se a seu objeto de estudo – o homem. Astrônomos estudam astros e geólogos o solo. Muito bem - nestas áreas deatuação o homem estuda um fenômeno (ou objeto) com o qual não corre o risco de se misturar. Contudo, a psicologia, sociologia, antropologia e outras ciências humanas voltam-se para si própriasestudando o homem, se aventurando na possibilidade de se mesclar e confundir-se com o fenômeno que está estudando.

Como bem marcam Bock, Furtado e Teixeira (1996) se perguntarmos a um psicólogo...
tracking img