Psicologia hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 4

2 DESCRIÇÃO DE HOSPITAL 6
2.1 Característica do Estágio 7

3 RELATO DE CASO 8

4 DISCUSSÃO 9

5 CONCLUSÃO 13

6 AVALIAÇÃO PESSOAL DO ESTÁGIO 14

7 REFERÊNCIAS 15

8 ANEXOS 16


1 INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo compreender o significado da Psicologia Hospitalar, de como o psicólogo pode atuar dentro desse contexto e a partir de seuacolhimento e sua compreensão humanística, próprias de uma abordagem Gestáltica, servir como ponte entre instituição, paciente e família.
A Psicologia Hospitalar tem como objetivo principal a minimização do sofrimento provocado pela hospitalização, abrangendo não apenas a hospitalização em si, mas principalmente as seqüelas e decorrências emocionais dessa hospitalização, tendo em mãos um leque amplode opções de atuação onde todas as variáveis deverão ser consideradas para que o atendimento obtenha bastante êxito.
Segundo Chiattone (2000), pode-se dizer que o caminho mais lógico para a definição da psicologia no contexto hospitalar é o reconhecimento da multiplicidade, não esquecendo os recursos e procedimentos de fundação da própria psicologia, sendo que este reconhecimento deve visar oentendimento e compreensão do ambiente de inserção.
Muitos psicólogos da área da saúde identificam seus problemas e tentam superá-los, já que visam o crescimento e o fortalecimento da especialidade, enquanto que outros psicólogos simplesmente negam a existência dessa pluralidade acreditando que a diversidade “vem de fora” não atingindo a área, e ainda alguns vêem esta diversidade de um modosubjetivo: “o que acredito é psicologia, o restante não é psicologia”, no entanto, a Psicologia Hospitalar não pode se colocar dentro do hospital como força isolada solitária, mas se inserir num contexto multidisciplinar.
A atuação no contexto multi e interdisciplinar deve ser coordenada, interativa e integrativa entre os diferentes profissionais envolvidos com o paciente, apresentando uma contribuiçãode qualidade e humanização do atendimento, bem como, uma contribuição científica e metodológica de cada área do saber humano.
Por não possuir setting terapêutico definido, sendo que o mesmo é muito utilizado no processo psicoterápico, o psicólogo precisa ter bem claro os limites institucionais de sua atuação. Ao contrário do paciente do consultório que tem a escolha de fazerou não o tratamento, o paciente acamado perde tudo, ou seja, sua vontade é aplacada, seus desejos coibidos, sua intimidade invadida, ele deixa de ser sujeito para se tornar objeto da prática médico hospitalar.
Através da abordagem Gestáltica, o psicólogo vai estar atento à comunicação como um todo. A escuta do psicólogo precisa acontecer muito além daquilo que é dito. Observar acomunicação do corpo, sua entonação de voz, sua expressão facial e vai propiciar ao paciente ter algum conhecimento sobre si e sobre o seu processo de adoecimento, para que tenha maior autonomia sobre as escolhas que vai fazer diante da vida.
Para os Gestaltistas não se pode separar o fenômeno do ser. A escuta numa abordagem fenomenológica, parte do princípio que fenômeno é aquilo que semanifesta a si mesmo, procura-se abordá-lo diretamente, interrogando-o, captando-o e descrevendo-o na sua essência, na forma como ele se apresenta na própria experiência dos sujeitos através de sua linguagem. O olhar atentivo do psicoterapeuta diante do fenômeno que se mostra “permite que as possibilidades únicas e ricas do cliente floresçam (Hycner, 1995, p. 115)
A intervenção psicológica no hospitalestá focada na promoção de mudanças, na facilitação das relações, numa atividade curativa e preventiva, trabalhando os conteúdos manifestos e latentes em relação à doença e ao sentido dado pelo indivíduo à hospitalização, tendo como função diagnosticar e compreender o que está envolvido na queixa, no sintoma e na patologia.
As psicoterapias de apoio no hospital são essencialmente indicadas para...
tracking img