Psicologia escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4126 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo Yazlle (1997) a criação do Laboratório de Psicologia em Leipzig, precedidas pelos estudos de Darwin e por Galton, apresenta-se como um marco para a psicologia. Neste, tenta-se estudar o comportamento humano sob a ótica das ciências físicas e biológicas, desconsiderando assim, os estados subjetivos humanos. Importante ressaltar que este laboratório nasce de uma sociedade com o capitalismojá consolidado, assentada nos princípios da ideologia liberal.
A autora coloca que esta nova sociedade burguesa que provinha da Revolução Francesa, encontrava no modo de vida capitalista e nos princípios liberais “meios para legitimar seu poder e favorecer sua classe social. Ou seja, para consolidar um projeto burguês de sociedade” (YAZLLE, 1997, p.13). Neste momento ainda, a investigaçãocientífica se preocupa com indivíduos adaptados, buscando melhores maneiras de manter este organismo sobre controle. Para tanto, era necessário então reduzir o homem ao seu comportamento, pois assim seria passível de ser estudado.
Desta maneira, percebe-se a psicologia enquanto ciência surge de forma descontextualizada socialmente, preocupada “com a ordem e as leis e com padrões gerais de comportamentoestabelecidos estatisticamente, em comum com a razão instrumental” (YAZLLE, 1997, p.14). Uma psicologia comprometida então com o controle e a ordem. A psicologia enquanto instrumento ligado às práticas educacionais surgiu pela necessidade dos pesquisadores da época em classificarem crianças com dificuldades de aprendizagem e proporem então métodos diferenciados de educação para as mesmas, com opropósito de ajustá-las aos padrões de normalidades aceitos pela sociedade.
De acordo com a autora, o pensamento psicológico brasileiro nas suas origens, foi profundamente influenciado pelos ideais positivistas, com uma ênfase na observação e a possibilidade de experimentação, ou seja, com uma forte tendência dos modelos biológicos e físico de ciência, ficando de fora as “preocupações com ocomportamento humano em uma perspectiva global e contextualizada” (YAZLLE, 1997, p.23). Ainda, é possível verificar uma enorme influência da medicina sobre a psicologia, mesmo decorrido tanto tempo da criação da Liga Brasileira de Higiene Mental, em 1923, com uma forte inspiração psicanalítica.
Segundo Yazlle (1997, p.23) o Movimento de Higiene Mental “via a escola e outras instituições deatendimento à infância como espaços para se previnir desasjustes e conduzir a comportamentos adaptados socialmente”. Foi também este movimento que, segundo a autora, popularizou a psicologia aplicada à educação, com manuais dirigidos aos pais, professores, pediatras orientando-os com base em uma psicologia normativa.
Yazlle (1997) aponta que quando o Brasil se amplia industrialmente, surge o aumento deseu mercado interno, seguindo o modelo capitalista vigente. Este fato, além de outras razões sociais e políticas, passa a pressionar a educação, no sentido de aperfeiçoar a mão de obra necessária para este novo mercado. Neste cenário, o Movimento da Escola Nova foi introduzido no Brasil por Lourenço Filho e Anísio Teixeira.
O escolanovismo de acordo com a autora baseava-se na idéia de igualdadede oportunidades, “no papel da educação em oferecer condições para que cada indivíduo na sociedade pudesse desenvolver suas potencialidades, beneficiando, assim, a harmonia dessa sociedade, neutralizando eventuais desordens” (YAZLLE, 1997, p.27). Nesse contexto, o Estado deveria então financiar uma educação de boa qualidade, planejada cientificamente, e obrigatória para todos os cidadãos. Aspreocupações com a Escola Nova
encontram na psicologia, através do movimento dos testes psicológicos, dos conceitos de inteligência, maturidade, prontidão, de uma nova concepção de infância, elementos auxiliares para a consecução de uma educação científica que, explicando psicologicamente as diferenças individuais, escamoteava as desigualdades sociais. (YAZLLE, 1997, p.27)

Desta maneira...
tracking img