Psicologia escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O Projeto de Prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas é direcionado à população estudantil, (fundamental I), da Escola Municipal Lycia Pedral, zona urbana do município de Vitória da Conquista, localizada no Alto Maron, bairro caracterizado por alta incidência de violência e uso de substancias psicoativas. A população predominante é de baixa renda, não tendo fácil acesso aolazer, ou atividades culturais e esportivas. O bairro Alto Maron possui aproximadamente sessenta mil moradores e foi um dos primeiros bairros da cidade.
Por ser um bairro localizado na parte alta da cidade, com contrastes periféricos, facilita a ação dos traficantes, como também dificulta a atuação do poder público.
Atualmente tem se intensificado a ação do tráfico, e recentemente ocorreramchacinas de adolescentes supostamente envolvidos com o tráfico, dentre estes, alguns alunos da referida escola.
O projeto visa, portanto abranger essa população através do espaço escolar, realizando intervenções com alunos e familiares, bem como professores e auxiliares técnicos.

Melhorar

JUSTIFICATIVA
A dependência química compromete a qualidade de vida daquele que usa a droga, tambémafetando de forma indireta familiares que acompanham a rotina do usuário de drogas.
A literatura é ampla, sinalizando o efeito de drogas, tanto lícitas quanto ilícitas, em diversos âmbitos, como: no biológico daquele que a ingere (McKIM, 2003), na vida estudantil (TAVARES, BÉRIA e LIMA, 2001), no convívio familiar (ZILBERMAN e BLUME, 2005) na vida profissional (VAISSMAN, 2004) e na sociedade (MARTINS,2006). Ademais, a problemática é considerada demanda de saúde pública, envolvendo considerável gasto para o Estado.
De acordo com Santos (1997), especialistas e estudiosos desses problemas acreditam que prevenir é o melhor combate, destacando que a UNESCO, desde 1972, apontou a necessidade de investir em prevenção ao abuso de drogas, supondo que prevenir o uso de drogas pressupõe estabelecer umconjunto de medidas, para impedir ou pelo menos reduzir o consumo abusivo.
Segundo Silva, Silva & Medina (2005), para prevenir o consumo de drogas, é preciso levar em conta diversos fatores, como: conduta individual, natureza da substância, além do fato de se constituir uma questão social e ocorrer em um dado contexto. Bucher (2007) afirma ainda que é preciso considerar o contexto sócio-cultural,para as metas do programa de prevenção serem adequadas à realidade do padrão de consumo da população visada.
De acordo com Noto & Galduróz (1999), as ações preventivas ao uso de drogas se dão em diversos níveis, dependendo da população-alvo. Assim, a prevenção é classificada em três níveis: 1) primária: Tem o intuito de evitar a experimentação, ou seja, é voltada a todas as pessoas que ainda nãofizeram uso de drogas; 2) secundária: Voltada aos indivíduos que já são usuários de drogas, com uso eventual
ou recreativo. Tenta evitar a progressão do consumo e minimizar os prejuízos relacionados ao uso; 3) terciária: Destinada às pessoas que são dependentes de drogas, buscando conscientizá-las, para se manterem no tratamento e assim, poderem reduzir as conseqüências adversas da dependência,consistindo em fazer trabalhar com o dependente, para recuperá-lo no meio social. (SANTOS, 1997;
SILVA, SILVA & MEDINA, 2005).

POR QUE FAZER PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM ESCOLAS?
A escola tem um papel fundamental no desenvolvimento sadio do adolescente e do adulto, pois contribui para a formação global do jovem e da sociedade.
A prevenção ao uso de drogas é uma atitude a ser adquiridadesde a infância e promovida durante toda a vida. Assim, o papel da escola na prevenção é educar crianças e jovens a buscarem e desenvolverem sua identidade e subjetividade, promover e integrar a educação intelectual e emocional, incentivar a cidadania e a responsabilidade social, bem como garantir que eles incorporem hábitos saudáveis no seu cotidiano. Trata-se de discutir o projeto de vida dos...
tracking img