Psicologia educacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3065 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Educacional tem por definição a construção do conhecimento englobando, portanto, todas as problemáticas referentes ao processo de ensino-aprendizagem nas crianças e adultos, colaborando para que este processo possa e venha realmente a atingir sua plenitude.
Para concretizar essa pesquisa, fomos á campo mergulhando no dia-a-dia, na atmosfera destes profissionais. Entrevistamos03(três) deles em seus respectivos locais de trabalho. Esta experiência por si só, o grupo ratifica ter sido extremamente enriquecedora.
As 03(três) profissionais selecionadas são devidamente graduadas em Psicologia, através de renomadas instituições de ensino. Para mais fácil identificação, as mesmas serão mencionadas ao longo deste trabalho, respectivamente, como psicólogas ‘1’, ‘2’, ‘3’ –pré-definido pela ordem das entrevistas.
A seguir, nos aprofundaremos nos dados obtidos nestas entrevistas, como a formação profissional, o campo de atuação, a atuação em equipes multiprofissionais, a função social da profissão neste dado contexto, a imagem do psicólogo e ainda o mercado de trabalho neste filão. Claro que estes dados puros, serão ainda acrescidos da nossa visão como grupo,apresentando, relacionando-os e discutindo-os em conjunto ainda com o embasamento teórico exposto nas aulas e nos textos estudados na disciplina P.C.P. – Psicologia: Ciência e Profissão.

Esperamos que você leitor, consiga fruir da melhor forma este trabalho, assim como nós conseguimos.



Capitulo I – Formação Profissional

Em relação á formação acadêmica do psicólogo, a opinião das 03(três) profissionais entrevistadas converge para o mesmo ponto: o importante papel inicial da graduação e seu caráter superficial diante da realidade da profissão no campo educacional. Todas as informações teóricas apresentadas são de suma importância, mas não se fazem suficientes para a formação de um profissional com excelência na prática.
O grupo percebeu que a rotina na área educacional émuito variada e necessita de um conhecimento sólido e crescente, para as constantes problemáticas que se acumulam em conjunto com os novos braços de questões que evoluem com o passar do tempo. e o ritmo de vida contemporâneo (como exemplo aqui, citamos as descobertas de cada vez mais patologias associadas ao stress, presente cada vez mais cedo na vida dos cidadãos; o uso de novas drogas, cada vezmais potentes e devastadoras ao organismo humano, violência escolar/bullying etc.).
Existe, portanto, uma iminência na busca por conhecimento cada vez mais amplo e ao mesmo tempo específico, por mais contraditório que essa afirmação soe. Amplo no sentido de alcance e no sentido estrito do vocábulo conhecer; específico em relação às soluções, os avanços e novas técnicas da profissão.
Nãopor acaso, as profissionais entrevistadas citam pós-graduações como excelentes opções nessa busca e aprimoramento necessários para a profissão. Junto com isso, indicam também atualizações constantes através de cursos, palestras, pesquisas e especializações, fora características pessoais que percebemos comuns ás 03 (três) profissionais, como a própria psicóloga ‘3’ descreve precisamente:

‘’(...)para o trabalho na área da Educação, vejo como requisitos fundamentais a busca pela transformação social e participação na formação do ser humano, do ponto de vista pessoal, a noção da responsabilidade e profissionalismo necessários para a participação do processo educacional. Características também relevantes é a capacidade de escuta, de um olhar sensível e diferenciado ao outro e às suascaracterísticas, um autoconhecimento, muita persistência, tolerância à frustração, prazer pelo crescimento do outro, dedicação intensa, busca incessante para melhorar e se aperfeiçoar constantemente, a generosidade e a paixão, entre outras (...)’’.

A psicóloga ‘1’, por exemplo, fez um curso de especialização em um método novo, focado na psicopedagogia, chamado Ramain(*). A psicóloga ‘2’ fez...
tracking img